Apesar de estar em estado de emergência, organizadores insistem em realizar Olimpíadas no Japão

30

Enquanto o número de casos de Covid-19 cresce no Japão e dos protestos do público, os organizadores afirmam que as olimpíadas ainda ocorrerão no segundo semestre desse ano, de 23 de julho a 8 de agosto, mesmo tendo como plano de fundo um estado de emergência em Tóquio e em outras cidades.

A distribuição de vacinas pode ter aumentado, mas reunir os melhores atletas do mundo para o maior evento esportivo do mundo será um grande deságio logístico.

Quase 75% do financiamento do Comitê Olímpico Internacional (COI) vem de direitos de transmissão, então, mesmo sem a presença de plateia, a receita gerada seria grande, enquanto o cancelamento seria um desastre financeiro para a organização.

Entre as medidas de segurança propostas pelo comitê olímpico, estão procedimentos detalhados sobre os testes, incluindo todos os participantes fazendo dois testes do Covid antes de entrarem no Japão. Além disso, os atletas e toda a comissão envolvida nas competições serão testados todos os dias.

Em caso de positivado, o atleta deverá se isolar e não terá permissão para competir. Os participantes também terão de baixar dois aplicativos para postar relatórios de saúde com frequência e para terem suas ações rastreadas enquanto estiverem no Japão, caso entrem em contato com outras pessoas. Para isso, os atletas irão receber, cada um, um smartphone da Samsung assim que chegarem à vila olímpica para poderem começar seus registros.

Torcedores estrangeiros já foram proibidos de participar tanto das Olimpíadas quanto das Paraolimpíadas, enquanto os torcedores japoneses ainda não tiveram a confirmação se irão poder participar ou não dos eventos.

O uso de máscaras deve ser constante, apenas retirada para comer, beber, dormir, treinar ou competir e o distanciamento social também é obrigatório.

Em junho o comitê dos jogos olímpicos deve publicar uma versão final do manual de protocolos a serem seguidos antes, durante e depois da competição.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome