Arvorezinha adota medidas mais rigorosas, fecha comércio e escolas

1780

Na manhã desta terça-feira, 23 de fevereiro, durante coletiva de imprensa a Administração de Arvorezinha anunciou que de acordo com o decreto estadual o comércio de Arvorezinha será fechado.

De acordo com o prefeito Jaime Borsatto, Arvorezinha apresenta um quadro preocupante, e mesmo entendendo que o decreto estadual poderia ser mais brando o município tem o dever de segui-lo. “Arvorezinha permanece na bandeira preta, é um dos municípios com mais problemas com o coronavírus, do dia 17 ao dia 23 de fevereiro foram 77 casos, totalizando 592 casos e dez óbitos. São por volta de 40 exames de coronavírus por dia, pedimos a colaboração da população pois Arvorezinha praticamente não tem mais leitos disponíveis. Achamos que o decreto poderia ter sido mais brando, mas precisamos cumprir, a fiscalização vai atuar no comércio, que conforme o decreto vai fechar das 20h às 5h de hoje até o dia 2 de março. A Brigada Militar vai atuar juntamente com a fiscalização do município, quem não cumprir as regras terá o comércio fechado”.

O governador Eduardo Leite, anunciou a manutenção das aulas presenciais na bandeira preta para a Educação Infantil e os 1º e 2º ano do Ensino Fundamental. O sistema de congestão regional não é válido na educação.

Mas o prefeito, Jaime Borsatto, determinou a suspensão das aulas. “As aulas nesse primeiro momento foram canceladas, mas essa é uma situação que será avaliada diariamente e estamos buscando uma maneira para que elas retornem”.

Participaram da coletiva de imprensa o administrador do Hospital São João, Adairto Forti, a médica da Unidade Sentinela, Jessica Dallazem, prefeito Jaime Borsatto, o secretário de saúde, Daniel Borges de Lima e o médico da Unidade de Saúde Mohamad Ali Akre.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome