InícioDestaqueCarteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista começa a...

Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista começa a ser feita no Rio Grande do Sul

Na última sexta-feira, 18, foi comemorado o Dia do Orgulho Autista. Para celebrar esse dia, a Faders Acessibilidade e Inclusão passou a disponibilizar a Carteira de Identificação da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (Ciptea) em todo o Estado.

A carteira não terá custo para quem solicitar. As pessoas com TEA ou seus responsáveis já podem encaminhar os documentos necessários por meio de formulário on-line no site www.faders.rs.gov.br, que conta com uma cartilha explicativa sobre como proceder.

O documento atende aos requisitos da Lei Federal 13.977/2020, também conhecida como Lei Romeo Mion (em referência ao filho do apresentador Marcos Mion), e ainda traz inovações, contando com um QR Code pessoal do usuário,

Para pessoas que não têm acesso a internet, recomenda-se a busca por entidades como as Associações para Pessoas com TEA e as Apaes

 

COMO FAZER A CIPTEA

1) Acessar o site da Faders Acessibilidade e Inclusão (www.faders.rs.gov.br)

2) Preencher o formulário disponível e anexar os seguintes documentos:

  • Documento de identidade da pessoa com TEA
  • Documento de identidade dos responsáveis legais
  • Laudo médico com indicação do código da Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados à Saúde (CID) comprovando o transtorno do espectro do autismo devidamente preenchido e com o nome completo da pessoa com TEA
  • Fotografia formato 3 x 4 da pessoa com TEA

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.