Em sessão tumultuada, projeto da Zartec é aprovado por maioria

0
249

Uma sessão ordinária que durou cerca de três horas. Grande parte desse tempo, debatendo o único projeto da noite que altera um dos artigos da lei que dá concessão em uso de imóvel à empresa Artek, também conhecida como Zartek.

A reunião que ocorreu na noite de segunda-feira, 18, lotou o plenário municipal com funcionários da empresa. O pedido vindo do executivo, altera um importante prazo no projeto.

A redação original previa que o período de concessão de uso seria pelo prazo de 10 anos para que o imóvel passasse a se integrar ao patrimônio da empresa. No projeto, o prazo foi reduzido para cinco anos, bem como a redução na concessão de uso inalienável e impenhorável que antes era de 20 anos e agora passa a ser cinco. A empresa já investiu mais de R$ 700 mil no prédio atual para oferecer mais qualidade aos 113 funcionários que trabalham no local.

EMENDA

Durante a votação, o vereador Luiz Armando Taffarel apresentou uma emenda que muda mais um artigo do projeto. Na redação original, quando este projeto veio para a câmara, o prazo de cinco anos valeria a partir do dia que ele chegou no Legislativo, que foi em julho de 2018. Com a emenda, o prazo passa a valer a partir de sua aprovação, 18 de março.

A emenda foi aceita por maioria, com exceção dos vereadores Paulo Quevedo, Sandra Mara Garcia, Felisberto Godoy da Rosa e Olavo Batista Guerreiro. O presidente, Algemiro Pinheiro da Rosa deu o voto de desempate, também aprovando a emenda.

 

VOTAÇÃO  DO PROJETO

O projeto foi aprovado por maioria, com exceção dos vereadores Gládis Malacarne, Eduardo Souza dos Santos e Vilmar Pessetto de Oliveira.

Deixe seu comentário