Estado voltará à bandeira vermelha após divulgação do novo decreto

635

Em reunião de emergência realizada nesta terça-feira, 27, o Governo do Estado do Rio Grande do Sul decidiu extinguir, momentaneamente, a bandeira preta de distanciamento controlado.

Nas próximas horas deverá ser publicado o novo decreto, que aponta análises de grupos técnicos e estudos, que chegam a conclusão que a bandeira preta só de ser instaurada quando o indicador de leitos atingir 0,35, após um ciclo de piora, sendo desativada quando se observar um ciclo de 14 dias de melhoria nos leitos. Assim será mantida a bandeira vermelha em todo estado, após a publicação do novo decreto.

Tendo entrado em vigor em 25 de fevereiro, a bandeira preta em todo estado se tornou alvo de políticos, empresários e pais de alunos, que apontam a revogação da bandeira preta automática pode ser a solução para a retomada das aulas presenciais.

O estado adotou as bandeiras de diferentes cores que considera ser os indicadores para classificar as regiões com maior ou menor risco de contágio.

A reunião de emergência foi convocada pelo governador do Estado, Eduardo Leite e foram convidados a participar o presidente da Assembleia, Gabriel Souza, o presidente da Famurs, Maneco Hassen, e o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome