InícioDestaqueHBB lança nota sobre o fechamento da UTI pediátrica

HBB lança nota sobre o fechamento da UTI pediátrica

Ontem o Hospital Bruno Born de Lajeado anunciou que hoje, 30, seria o último dia de funcionamento da ala pediátrica da instituição, que atuava na área há mais de 30 anos.

Em nota divulgada no início da tarde, o HBB esclareceu o motivo do fechamento, montando uma linha do tempo de acontecimentos desde 2010 que influenciaram para a decisão.

Em 2010 entra em vigor nova legislação federal exigindo a separação das UTIs pediátricas e neonatais alegando a infecção cruzada. Um tempo depois, entrou em vigor a rede da criança no estado, onde existia a necessidade de se ter ambulatório para gestantes de alto risco, UTIs, ambulatório de egresso, etc. Esse programa foi implantado no Hospital Estrela.

Após a publicação da portaria federal, existia um paciente morador da UTI Ped do HBB. Sua família ficou sabendo do movimento para fechamento da UTI Ped e iniciou uma campanha em todo o Vale do Taquari. Um abaixo assinado juntou milhares de assinaturas, o que resultou numa negociação para a permanência da UTI. O Hospital Bruno Born assinou com o Estado convênio para construção de um UTI Ped com 10 leitos (sendo 7 SUS e 3 Convênios).

Após várias prorrogações dos convênios, veio a extinção deles, sem nenhuma explicação por parte do governo.

Em 2017, após reunião, foi colocado que o HBB não dispunha de estrutura física e de mão de obra técnica suficiente para viabilizar a separação física entre os ambientes de UTI Pediátrica e Neonatal. Ficou então decidido que o HBB solicitaria a baixa dos três leitos de UTI Pediátrica para transformar a UTI Mista em 100% leitos de UTI Neonatal.

Dois anos após, o HBB recebeu um ofício no qual o gestor estadual informa que está em estudo novo mapa de leitos de UTI Pediátrica efetivos no Estado do RS. Segundo a informação, neste novo estudo seria analisada a necessidade de reformulação do mapa de Leitos de UTI Ped efetivos no Estado do RS, com a inclusão dos 3 leitos de UTI Ped do HBB.

O ofício foi respondido com uma solicitação de nova reunião para, ser decidido algo sobre a continuidade da UTI Neo/Ped, resposta essa que não teve qualquer retorno.

Nos últimos meses o HBB enfrenta a indisponibilidade quantitativa de profissionais médicos neonatalogistas e pediatras que se propõem a continuar prestando serviço de assistência em UTI Mista (Neo/Ped). Para não correr o risco de fechamento das duas unidades, optou-se pelo fechamento dos leitos pediátricos da UTI Mista, que passa a ser uma UTI 100% Neonatal.

Foi então decidido que a UTI Mista (Ped/Neo) deixaria de funcionar nesse formato misto para o SUS, por todos os motivos antes considerados, passaria, a partir dessa data, a atuar apenas na forma de UTI Neonatal, cumprindo os requisitos legais para tanto.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.