InícioDestaqueIlópolis contra o Aedes Aegypti

Ilópolis contra o Aedes Aegypti

Após encontrar focos do mosquito, equipe da Saúde está em alerta e pede a colaboração da população

 

O município de Ilópolis apresentou cerca de 40 amostras positivas para Aedes Aegypti, o mosquito causador da dengue.

De acordo com as agentes de endemias, Ana Regina Antonioli e Angélica Lima da Silva, não foi registrado nenhum caso da doença, mas a fiscalização e orientação tem sido intensa. “Nós passamos em todas as casas e terrenos na cidade, fiscalizando e orientando as pessoas para que não deixem recipientes com água parada”.

Angélica afirma que a população tem colaborado com os cuidados. “A maioria da população entende a necessidade de eliminar os focos, mantendo os recipientes sem água parada, muitos não entendem que o maior problema é a água limpa armazenada, pois é nesses locais que os mosquitos procriam”.

Mas, além de eliminar os recipientes é preciso manter os locais limpos. “Não basta só jogar água fora, tem que fazer a limpeza dos recipientes, pois os ovos ficam ali. Quando encontramos algum foco orientamos para que seja feita a limpeza do local, mas se não for possível utilizamos o veneno na quantia certa. O importante é fazer a limpeza, utilizar água sanitária e não deixar recipientes que possam armazenar água”, ressalta Angélica.

Fiscalização

No interior também é feito um trabalho de orientação e fiscalização. “No interior as agentes de saúde fazem o trabalho de Levantamento de Índice Rápido e Conscientização. “As agentes passam em todo o interior do município e fazem esse levantamento e também orientam como proceder para evitar os focos. Esse levantamento é feito a cada quatro meses”, conta a secretária de Saúde, Ana Capra Ecker.

A secretária afirma que a fiscalização foi intensificada e pede a colaboração da população. “Desde que tivemos focos no município intensificamos a fiscalização, contratando mais uma agente de endemias para ajudar a passar em todas as residências na cidade, e as agentes de saúde no interior. Mas, reforçamos que é uma preocupação muito grande com a dengue, pois ela tem muitos sintomas semelhantes à Covid-19, e a dengue também mata, muitas pessoas já vieram a óbito na nossa região devido a ela”.

Ela pede: “Pedimos também às pessoas que cuidem dos recipientes no cemitério também, não deixem os vasos para armazenar água, muitos focos foram encontrados lá”.

Ações para combater o Aedes Aegypti

  • Feche as caixas d’água, tonéis e latões;
  • Coloque areia nos cacos de vidros dos muros;
  • Guarde garrafas vazias com o gargalo para baixo;
  • Mantenha a piscina tratada o ano inteiro;
  • Limpe os bebedouros dos animais com escovação;
  • Aproveite o final de semana para eliminar os criadouros do mosquito da dengue em sua casa.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.