InícioDestaqueInverno climático traz agravantes da pandemia: frio aumenta risco de doenças respiratórias

Inverno climático traz agravantes da pandemia: frio aumenta risco de doenças respiratórias

O primeiro dia do inverno climático, que vai até agosto, é frio no Rio Grande do Sul e voltou a ter formação de geada e marcas negativas no território gaúcho. Os primeiros dez dias de junho não devem ser muito gelados no estado gaúcho e a previsão pro próximo fim de semana é, inclusive, de chuva e risco de temporais isolados.

A chegada do frio nessa época do ano propicia o aumento de doenças cardiovasculares e respiratórias, podendo agravar ainda mais a disseminação da Covid-19.

Apesar de não ser o primeiro inverno do vírus no Estado, a situação é diferente de 2020, quando a primeira onda chegou no país. Agora, o vírus está mais letal e mais propício para contágio, já que, com o frio, as pessoas ficam mais em ambientes fechados sem circulação de ar. Além disso, os casos de gripe também ficam em tendência de alta nessa época entre outras doenças respiratórias que podem enfraquecer nosso sistema imunológico.

Todo o cuidado que já temos precisa ser redobrado, afinal, além do frio e de seus agravantes, ainda estamos enfrentando uma pandemia que não tem previsão de acabar.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.