InícioDestaqueJulgamento de mãe acusada de matar o próprio filho é adiado

Julgamento de mãe acusada de matar o próprio filho é adiado

Iniciou nesta segunda-feira, 21, o júri que decidiria se Alexandra Dougokenski, 34 anos, é culpada pelo assassinado do filho Rafael Mateus Winques, de 11 anos. Em maio de 2020, ela assumiu a culpa da morte da criança, e ainda, que escondeu o corpo dentro de uma caixa, a poucos metros da casa da família.

Porém a sessão durou apenas 11 minutos, pois a defesa da ré pediu a anulação do julgamento por falhas nas investigações. O Ministério Público rebateu o pedido, afirmando que o julgamento deveria continuar ocorrendo. Após discussão entre MP e defesa, os advogados de Alexandra deixam o plenário, pois o pedido de nulidade do julgamento foi indeferido.

A juíza Marilene Parizotto Campagna encerrou a sessão e o julgamento deve ter uma nova data marcada.

- Advertisement -

Após o sorteio do júri, seriam ouvidas 11 testemunhas do caso. A acusação de Alexandra é de homicídio qualificado, ocultação de cadáver, falsidade ideológica e fraude processual. O júri ocorre no município de Planalto, no Norte do Estado.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.