Justiça torna sem efeito assembleia geral da Cerfox

784

Na manhã desta quinta-feira, 18 de fevereiro, a juíza da 2ª Vara Cível de Soledade, Mariana Bezerra Salamé publicou uma decisão liminar tornando sem efeito a assembleia geral da Cerfox realizada em 24 de setembro de 2020.

A decisão é referente a uma ação judicial que a Chapa 2, que disputa a eleição da Cooperativa ingressou, pedindo a anulação da assembleia geral realizada em 24 de setembro de 2020, na qual foi votada a modificação do estatuto da Cerfox.

De acordo com a advogada Elisa Maria Zeni, que representa alguns associados ligados a Chapa 2, essa foi uma decisão liminar em tutela de urgência. “Essa foi uma decisão em tutela de urgência, que tornou sem efeito a assembleia geral e como consequência determina que a eleição de 11 de março seja feita pelo estatuto de 2015, ou seja, com votação dos associados”.

Após a decisão o prefeito de Barros Cassal, e candidato a presidente pela Chapa 2, Adão Reginei dos Santos Camargo, o “Neizinho”, divulgou um vídeo convocando os associados a participar da eleição e exercer o seu direito a voto.

Veja a sentença na íntegra: Liminar Chapa 2

 

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome