Madalena aceita o desafio e assume a presidência da FestLeite

475

   Após uma reunião com lideranças e autoridades da comunidade, uma decisão unânime levou a vice-prefeita a aceitar o desafio de conduzir a maior festa de Anta Gorda e da região.

Após diversas tratativas para que uma liderança aceitasse o desafio de conduzir a FestLeite, foi realizada uma reunião com diversos convidados, entre os quais presidentes de entidades, ex-presidentes da feira, vereadores, ex-prefeitos, secretários e demais participantes para discutir o futuro do evento e a formação de uma diretoria para o evento, especialmente em função da dificuldade de encontrar uma pessoa desprendida que pudesse assumir tamanho compromisso.

Durante a reunião diversos pontos de vista foram expostos, desafios e necessidades foram apontadas, e o nome da vice-prefeita Madalena G. Zanchin para liderar o evento foi apontado de forma unânime.

Diante da posição do grupo, Madalena não teve como recusar-se a encarrar o desafio e de forma corajosa e pioneira aceitou a missão.

Ela será a primeira mulher a assumir a presidência do evento depois de 14 anos.

“Sou mulher, dona de casa, mãe e gestora pública, tenho muitos papeis para desempenhar em minha vida como todas as mulheres, mas quando assumo um compromisso dou o melhor de mim para fazer o melhor possível, com a Festleite não vai ser diferente, no que depender de mim”, declarou Madalena emocionada.

Lisonjeada e um pouco assustada com o desafio, ela revelou que se sente confiante, porque acredita muito na força de trabalho do povo antagordense. “Eu não vou fazer nada sozinha, vejo um brilho nos olhos das pessoas quando se fala em FestLeite, porque esta festa mexe com a autoestima, com os brios da nossa gente. É um evento que abriu e abre muitas portas importantes, cito como exemplo a valorização do gado leiteiro, com o ranqueamento das feiras fomentamos uma competição saudável entre nossos produtores que buscaram se especializar, investir mais em genética e tecnologia e estão vencendo competições de alto nível como a Expointer, isso foi uma semente plantada na FestLeite”, esclareceu relembrando as nozes que também através da FestLeite conquistaram grande visibilidade e valorização. “Anta Gorda se torna referência na produção de leite e nozes e com isso valorizamos nossos produtos, tem produtor exportando animais, tem muita gente vindo comprar mudas de nozes, nozes in natura e industrializadas aqui em Anta Gorda, isso é um reflexo e um resultado do trabalho realizado na FestLeite, sem contar que a feira é uma grande vitrine para o nosso comércio e a nossa indústria que detém um grande potencial e precisa de visibilidade e valorização”, ressaltou Madalena destacando que a FestLeite é uma festa de todos os antagordenses que amam a sua terra e tem orgulho de suas origens e do que são, orgulho de ser do agro, orgulho de ser rural.

“Essa festa não tem partido, não tem cor, não tem religião, não tem distinção, é uma festa de todos e para todos, feita para divulgar e revelar tudo o que Anta Gorda tem de melhor, neste sentido conto com o apoio de todos, com o trabalho e participação, pois só assim faremos uma grandiosa festa a altura do que merece a nossa comunidade”, falou Madalena convocando a todos para se engajarem na organização deste grande evento, que é uma das maiores marcas de Anta Gorda.

Próximos passos

Está prevista para os próximos dias a formação da diretoria do evento.

A FestLeite é realizada sempre no final do mês de abril, porém a data exata ainda não está definida.

A definição da programação e a busca de recursos para viabilizar o evento.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome