InícioDestaqueMais de 50 Testes da Orelhinha foram realizados em Fontoura Xavier

Mais de 50 Testes da Orelhinha foram realizados em Fontoura Xavier

Por Carine Pompermaier

Por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde, diversas crianças tiveram acesso ao Teste da Orelhinha no município de Fontoura Xavier, na última semana. De acordo com o secretário de Saúde, Eduardo Souza Santos, buscou-se atingir aquelas crianças que não realizaram o teste durante a pandemia, ou por dificuldade de descolamento.

“Na 6ª Coordenadoria de Saúde do Estado, a qual nós pertencemos, infelizmente nós somos a região que menos realiza Testes da Orelhinha. Então, tendo essa numeração tão ruim, nós fomos buscar alternativas junto à nossa referência SUS em Soledade, para trazer esses testes até o município, o que foi muito válido, pois as famílias ficaram muito satisfeitas”, explica.

No total foram realizados mais de 50 testes sem custo nenhum para as famílias. “A Secretaria de Saúde teve um custo aproximado de R$ 50 por criança. Destes 50 testes, dez já apresentaram alguma suspeita, sendo que as crianças irão para reconsulta, serão encaminhadas para a referência auditiva SUS e farão exames profundos em Passo Fundo”, destaca ao enfatizar a importância do teste. “Às vezes, os pais só de dão conta de que a criança tem algum problema de audição quando ela entra na escola e os professores observam. Com o diagnóstico precoce nós conseguimos dar encaminhamentos e tratamentos mais rápidos. Esse teste é tão importante quanto as primeiras vacinas”, pontuou.

 

Ginecologista e obstetra passa a atender na Vila Assis

 

Desde a última semana, o médico ginecologista e obstetra, Tamir de Barba, passou a atender na Unidade de Saúde da Vila Assis. Agendamentos devem ser feitos diretamente nas UBSs.

 

“Antes o ginecologista atendia apenas uma tarde por semana. Agora, dobramos a carga horária e não centralizamos o serviço, pelo contrário, descentralizamos, ou seja, em cada quinta-feira ele atenderá em uma Unidade de Saúde. Isso traz economia para as pessoas que precisam de atendimento, fortalecimento dos agentes comunitários de saúde, maior cuidado com as gestantes, mães, enfim, com toda a saúde da mulher. Esse médico é um facilitador, então, tem um ganho gigantesco a nossa equipe na proximidade do serviço para com as pessoas e no conhecimento que é partilhado”, frisou o secretário Eduardo.

 

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.