Matrizeiro ASA aloja segundo lote de aves para recria

205

Granja faz parte do Programa Frango de Corte da Dália Alimentos

 

No dia 17 de setembro, o Matrizeiro ASA (América Sociedade Avícola) do Programa Frango de Corte da Dália Alimentos recebeu o segundo lote de aves para recria. Foram alojadas 25,5 mil fêmeas e 3.675 machos da linhagem Cobb. O primeiro alojamento ocorreu no dia 25 de junho, sendo à época 25,5 mil fêmeas e 3.570 machos.

A granja está localizada em Linha Monte Alegre, às margens da ERS-244, no município de Vale Verde, em uma área com 76 hectares. A estrutura dispõe de dois núcleos de recria (com dois aviários cada) e quatro núcleos de produção (com dois aviários cada), totalizando 30 mil metros quadrados de área construída. A tecnologia utilizada é da Big Dutchman e o número de funcionários, atualmente, é de 15 profissionais com estimativa de chegar ao número de 26 efetivos até setembro de 2021, quando a granja estará funcionando com 100% de sua capacidade.

O Matrizeiro ASA é de propriedade de 37 sócios, todos funcionários da Dália Alimentos, mais uma cota da cooperativa e os parceiros para a concretização do programa são a Cooperativa Dália Alimentos, a Prefeitura de Vale Verde e o Sicredi Região dos Vales. O investimento é de aproximadamente R$ 20 milhões.

No local são produzidos os ovos férteis com posterior destino ao Incubatório, localizado em Mato Leitão e que começará a funcionar neste 22 de setembro. O técnico responsável pela gestão do Matrizeiro, Jean Pierre Wathier, ressalta os padrões rigorosos de biosseguridade, as boas práticas de produção e a alta tecnologia empregada no local.

A estrutura conta com dois núcleos de recria (com dois aviários cada) e quatro núcleos de produção (com dois aviários cada). No ciclo de recria as fêmeas e os machos permanecerão alojados pelo período de 22 semanas e depois transferidos e confinados para a produção dos ovos férteis entre 22 a 65 semanas. Uma matriz produzirá em torno de 185 ovos incubáveis, dos quais irão nascer 150 pintinhos que serão confinados nos nove condomínios para a produção de frangos de corte.

Alojamento do segundo lote: da direita p/esquerda: Priscila Maria de Menezes Severo, Thiago Mello Tick, Carlos Alexandre Zinn, Eleandro Nascimento de Lima, Jean Pierre Wathier, Ezequiel Alves Pereira, Julian Miguel Wathier, José Augusto Freitas de Souza e Fernanda de Oliveira Dorneles

Segundo Jean, o primeiro lote vem apresentando resultado zootécnico de acordo com as condições de manejo e de sanidade estimada para atingir alta performance na produção de ovos incubáveis. “O Matrizeiro disponibiliza estrutura para obtermos resultados zootécnicos que atinjam a toda expectativa para a obtenção de ovos incubáveis com produtividade e padrão sanitário. A granja atingirá o maior volume de ovos incubáveis semanalmente a partir de julho de 2021, quando produzirá cerca de 345 mil ovos férteis incubáveis.

Assessoria de Imprensa Cooperativa Dália Alimentos

Jornalista Carina Marques

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome