Município não fará transporte para escolas estaduais

137

Na quinta-feira, 10 de outubro, a Administração Municipal de Fontoura Xavier realizou uma live, juntamente com os diretores das escolas estaduais, o secretário da Saúde e a secretária da Educação, em relação ao retorno das aulas presenciais nas escolas estaduais no dia 21 de outubro, onde cada um expôs seu ponto de vista.

 

O Governo do Estado determinou um termo de responsabilidade para que os pais ou responsáveis assinem para haver retorno ainda esse ano. O Diretor da Escola Estadual de Ensino Médio Getúlio Vargas, Lázaro Brum, diz que a situação é bastante complexa. “Como pai não vou assinar aquele termo, porque não julgo o momento adequado, pois não temos vacina ainda. Minha preocupação, não apenas como pai, mas sim também, como professor e diretor é imensa, pois são vidas em jogo. Temos professores e funcionários em grupo de risco e também familiares na mesma situação em casa. Além da contaminação, os alunos se arriscam a espalhar o vírus”.

 

A diretora do Instituto Estadual Ernesto Ferreira Maia, Eliane Godoy Batista expressou sua opinião em relação a esse assunto. “É importante salientar que já realizamos um levantamento de aprovação da volta às aulas e hoje temos um percentual muito baixo de alunos que retornariam, ou seja, teríamos cerca de um aluno por turma ou talvez nem mesmo isso. Hoje conversamos e não seriam todas as localidades que conseguiriam fazer o transporte dos estudantes, com a questão de horários e distância, também seria um problema a resolver. Além do mais, estamos muito preocupamos com a proliferação do vírus, que é alto em nosso munícipio. O certo a se fazer é não retornar”.

 

A secretária de Educação, Maria José da Silva Godoy da Rosa, ressaltou que a questão do transporte escolar é a mais preocupante, pois haveria dificuldade com o distanciamento. “Para o retorno das aulas seria necessário uso do transporte escolar e, devido a todos os protocolos exigidos, como os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), medidor de temperatura e álcool em gel, a necessidade de um motorista e um monitor e ainda dispor de um ônibus com capacidade para 40 alunos podendo circular apenas com 12. Nessas condições não tem como o município disponibilizar transporte”.

 

Participando da reunião, o Secretário da Saúde, Tiago Ulrich, destaca que é feito um acompanhamento continuo da situação do coronavírus no município, e que ela ainda se mostra preocupante. “O Comitê Municipal também se reuniu com a direção das escolas e a Secretaria de Educação para avaliar as condições oficiais do momento e levando em consideração os últimos dias, onde houve um crescimento no número de casos de Covid-19 se conclui que não é possível um retorno às aulas nesse momento”, e ressalta, “É importante que a população continue tomando todos os cuidados necessários”.

 

O prefeito José Flávio da Rosa Godoy afirma que as aulas retornarão quando a situação estiver melhor. “Assim que for possível, as aulas retornarão, provavelmente oferecendo turno integral, mas primeiro precisamos falar e oferecer e segurança. Há um número elevado de contaminação. Então a decisão do município de Fontoura Xavier é pelo não retorno. Primeiro precisamos pensar em saúde, reforçar os protocolos e conscientizar a população. Precisamos continuar praticando o distanciamento e evitando aglomerações”. Por fim, ressalta o prefeito “Se for preciso fechar novamente o comércio, faremos isso. Nesse momento não podemos relaxar. O vírus está vivo, entre nós, apesar de não vermos”.

 

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome