InícioDestaqueNova turma ingressa no Programa Aprendiz Cooperativo

Nova turma ingressa no Programa Aprendiz Cooperativo

Todos os anos, são duas turmas que iniciam na Coprel e empresas coligadas

 

A primeira experiência profissional é um passo importante para entrar no mercado de trabalho. Conhecer as organizações, os processos e as rotinas produtivas agregam muito conhecimento e aprendizado aos jovens. Por outro lado, cheios de energia, vontade de aprender e contribuir com a equipe, os jovens somam muito à Coprel e empresas coligadas. Todos os anos, duas turmas de aprendizes iniciam as atividades teóricas e práticas na Coprel Energia, Coprel Geração, Coprel Telecom, Amisa (Ijuí, Panambi e Ibirubá) e Posto Amisa BR, em Ibirubá.

Em fevereiro, uma turma de 16 jovens aprendizes iniciou seus estudos teóricos sobre o cooperativismo. Em virtude da pandemia, as aulas acontecem online durante o turno da tarde, com professores e instrutores de várias áreas do conhecimento. O objetivo é fornecer a base teórica para o desempenho de funções administrativas nas organizações cooperativas. O período aprendizagem é intercalado entre teoria e prática, tendo duração de 16 meses.

De acordo com a facilitadora de Desenvolvimento Organizacional e responsável pelo projeto na Coprel e empresas coligadas, Helimari Sá de Souza, o programa é muito importante para as organizações: “O programa Aprendiz Cooperativo representa muito para nós e para os jovens, pois é uma forma de oxigenar a Coprel e coligadas. Eles têm vontade de contribuir, aprender, de buscar uma oportunidade de colocação profissional e mostrar todo o seu potencial. É gratificante quando a trajetória deles culmina no aproveitamento em outra função nas organizações. Isto significa que tiveram interesse no processo de aprendizagem e colocaram em prática estes conhecimentos. Aproximadamente 30% das turmas de aprendizes são aproveitados quando finaliza o programa. Mas é importante comentar que as vagas devem existir e que os aprendizes devem ter os requisitos para o seu preenchimento. Ficamos felizes em ter cada um aqui conosco, poder trocar experiências e a vivência do cooperativismo”, disse.

A jovem Maiara Pires Gonçalves, de 19 anos, teve sua primeira experiência profissional como aprendiz na Coprel, e atualmente é colaboradora de teleatendimento no Discoprel. “Conheci o programa por meio de um familiar e fiz a inscrição. Na época eu estava no ensino médio e sei que fiz uma escolha muito importante para minha vida, pois nesta atividade, aprendi muita coisa. Fui muito bem recebida pelos colegas e tive o suporte deles para eu poder aprender e contribuir também”, comenta.

Patrick Baldus de 23 anos, também ingressou como aprendiz e hoje atua na área de serviços na Amisa Ibirubá, como consultor de vendas. “Já fazem 6 anos que estou na Amisa, após receber uma oportunidade como aprendiz na Coprel. Na época iniciei na comunicação, mas se havia algo para fazer em outro setor, como o financeiro e engenharia, eu sempre estava disposto a ajudar. Eu trouxe para a Amisa tudo o que aprendi nesta experiência.  Agradeço muito a Coprel e Amisa, por ter proporcionado esta oportunidade”, ressalta.

O programa Aprendiz Cooperativo é uma realização do Sescoop/RS em conjunto com as cooperativas, que possibilita oportunidade de aprendizado a estudantes entre 14 e 24 anos. Trabalhando em uma cooperativa, os jovens aprendem uma profissão e vivem o cooperativismo, bem como seus valores, princípios e a transparência das ações. Além da formação técnico-profissional, o programa contribui para a inclusão social e o desenvolvimento das comunidades.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.