Obra literária sobre os 150 anos da imigração Italiana foi lançada nesta segunda-feira

214
Sediane Dall Agnol Roman presidente da AA Moinhos

Na manhã desta segunda-feira, 24 de maio, foi lançada no Museu do Tijolo, em Arvorezinha a  obra literária “150 Anos da Imigração Italiana no Rio Grande do Sul”.

A data marca a criação das primeiras colônias da imigração – Conde d’Eu e Dona Isabel –, atuais Garibaldi e Bento Gonçalves, respectivamente, pelo presidente João Sertório, em 1870.

A obra é composta por três volumes ricamente ilustrados – História, Personalidades e Cidades da Imigração – o conjunto de 1.248 páginas vem acondicionado em um box especial com tiragem de 1 mil unidades numeradas. No volume um, História da Imigração, 53 renomados escritores, especialistas nas temáticas da imigração, narram em 520 páginas os primórdios das colônias imperiais em seus mais diferentes aspectos – políticos, econômicos, religiosos e culturais – responsáveis pelo desenvolvimento do Estado e caráter do povo.

Estiveram presentes no evento o governador Eduardo Leite, os secretários de Estado, Beatriz Araújo, Silvana Covatti, Ronaldo Santini, Juvir Costella, e Luiz Carlos Busato.  Os deputados estaduais, Dirceu Franciscon, Vilmar Zanchin, Elton Weber, e Mateus Wesp e o deputado federal Alceu Moreira, também estiveram presentes.

o evento contou também com a presença de prefeitos que fazem parte da Rota do Pão e do Vinho.

As autoridades em suas manifestações ressaltaram a importância da cultura italiana para o Estado do Rio Grande do Sul.

Idealizada pelo produtor cultural e escritor Ademir Antonio Bacca e organizada pelo publicitário Luis Rocha, a obra literária tem realização da Associação dos Amigos dos Moinhos (AAMoinhos) através da Lei de Incentivo à Cultura, aprovada junto à Secretaria Estadual da Cultura, vinculado ao Ministério do Turismo do Governo Federal. Conta com o patrocínio master das empresas do Grupo Bertolini (TBL e Beconal), bem como da Ceran (Cia Energética Rio das Antas) e Grupo Zaffari.

 

 

 

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome