InícioDestaquePfizer fez várias propostas de vacina ao Brasil, porém foi ignorada

Pfizer fez várias propostas de vacina ao Brasil, porém foi ignorada

O ex-presidente da Pfizer no Brasil, Carlos Murillo, que hoje responde pelo comando da empresa na América Latina, informou na quinta-feira (13) aos senadores que integram a CPI da Covid toda a sequência cronológica de ofertas feitas pela farmacêutica ao governo Jair Bolsonaro. Segundo Murillo, a gestão federal não se manifestou sobre as propostas realizadas em 2020. Ele ainda confirmou que o vereador Carlos Bolsonaro, filho do presidente, e o assessor especial para assuntos internacionais da Presidência, Filipe Martins, participaram das negociações feitas entre a Pfizer e o governo federal para aquisição de vacinas contra a Covid-19.

Murillo ainda afirmou que o Brasil deixou de receber pelo menos 4 milhões de doses do imunizante neste primeiro semestre de 2021 em função da demora de fechar negócios. Se o primeiro contrato tivesse sido aceito, o país teria um total de 18 milhões de doses. No entanto, com o contrato atual, fechado apenas em abril desse ano, o total prevê 14 milhões.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.