InícioDestaquePreço de produtos agrícolas começa estabilizar no país e no mercado externo

Preço de produtos agrícolas começa estabilizar no país e no mercado externo

Os preços dos produtos agrícolas, após a acelerada pressão dos últimos meses, começam a estabilizar, tanto no mercado interno como no externo. Internamente, não há muito espaço para queda. O produtor está capitalizado, e os que ainda não venderam sua produção têm caixa para segurar o produto no armazém.

Além disso, os preços caem, mas os custos sobem. A queda do dólar, além de dar menor competitividade às exportações, pesou na hora da compra dos insumos nos últimos meses. É o caso da soja, onde praticamente 100 milhões de toneladas, dos 137 milhões que foram produzidas, já foram comercializadas.

O mercado acredita em uma maior área cultivada, o que poderia elevar a oferta mundial de grãos. Há, porém, uma previsão de estiagem nas lavouras do Meio-Oeste dos EUA nos próximos 15 dias, o que pode prejudicar parte  das lavouras de milho e de soja.e.

Os agricultores têm um olhar mais atento, contudo, para o milho. Além do clima mais seco nos próximos dias nos Estados Unidos, as geadas previstas para o Sul do Brasil e para regiões de São Paulo e de Mato Grosso do Sul, dependendo da intensidade desse efeito climático, vão reduzir ainda mais a safrinha.

Alguns dos fatores que pressionaram os preços internacionais das commodities agrícolas, antes desse recuo, ainda podem voltar. Os fundos reduziram a posição comprada, mas, dependendo do comportamento dos juros, veem o mercado agrícola sempre como uma boa opção.

Apesar dos preços dos grãos se acomodam no campo, os das carnes não cedem e se mantêm em patamares recordes.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.