Presidente do Legislativo entrega denúncia contra secretária e prefeito ao Ministério Público

851

Na tarde de quinta-feira, 25 de março, o presidente da Câmara de Vereadores de Fontoura Xavier, Ivan Borges, entregou ao Ministério Público de Soledade, a denúncia de uma possível improbidade administrativa por parte da secretária de Saúde Clairê Chitolina Parnoff e o prefeito Luiz Armando Taffarel.

A denúncia faz referência ao áudio da secretária onde ela fala das reclamações quanto a fila de vacinação e a menção de por as pessoas que reclamaram no final da fila.  Segundo o presidente “o áudio demonstra a prática em tese, de crimes de ódio, crimes contra a administração pública e crimes contra a saúde pública”, parte da denúncia.

Em outro trecho da denúncia consta, “o prefeito e a secretária praticaram atos e deram declarações que, claramente, constituem em tese atos injurídicos que merecem ser investigados e analisados pelo Ministério Público”.

O documento questiona ainda sobre o afastamento da secretária, “com pagamento de salário, sem a abertura de processo administrativo disciplinar, que constitui ofensa a legalidade e a moralidade pública. Ou seja, a penalidade por ter cometido erro é receber sem trabalhar”.

O presidente também questiona uma possível irregularidade na vacina recebida pela secretária. “Ainda há que se verificar se a vacinação da secretária foi legal. Sim, Excelências, a secretária está vacinada”, diz parte da denúncia.

O documento sugere o afastamento do prefeito e da secretária de Saúde de forma judicial.

O presidente pede também, por meio de seu advogado Alisson Ferronato dos Santos, que seja instaurado inquérito Civil público a fim de serem apurados os fatos descritos e que seja ajuizada Ação Civil Pública inclusive com o afastamento dos gestores.

Veja na íntegra a denúncia protocolada na Promotoria de Justiça:DENUNCIA AO MP- Ivan Borges (1)

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome