InícioDestaqueRS: produtores atingidos pela seca podem ter crédito De acordo com o...

RS: produtores atingidos pela seca podem ter crédito De acordo com o MAPA, as tratativas estão sendo finalizadas e, medidas devem sair nos próximos dias

Pequenos produtores gaúchos afetados pela estiagem aguardam o anúncio de linhas de crédito emergenciais nos próximos dias. O tema foi tratado nesta terça-feira, 08, em uma reunião de autoridades do Rio Grande do Sul com representantes do Ministério da Agricultura, em Brasília.

Participaram o governador Eduardo Leite e a secretária da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Silvana Covatti e o secretário executivo do Ministério da Agricultura, Marcos Montes. A ministra Tereza Cristina participou por videoconferência porque recebeu diagnóstico positivo para Covid-19.

“Queremos reforçar a importância das ações do governo federal. Estamos fazendo a nossa parte no que é possível, com investimento de mais de R$ 200 milhões, e execução imediata de programas que financiam e apoiam a construção de microaçudes, a perfuração de poços e a instalação de conjuntos de cisternas e caixas d’águas”, disse o governador.

- Advertisement -

Leite destacou que uma das principais preocupações dos produtores rurais se refere aos financiamentos do crédito rural, já que, não tendo êxito com a safra, terão dificuldade de arcar com o pagamento desses custeios e investimentos. “Parte das lavouras não é protegida por seguro agrícola ou Proagro e, portanto, os produtores vão precisar de linhas emergenciais”, reforçou.

De acordo com o ministério, as tratativas com o Ministério da Economia estão sendo finalizadas e, nos próximos dias, as linhas de crédito emergenciais para auxiliar os pequenos produtores devem ser liberadas.

“O mais importante da nossa vinda era reforçar que a nossa situação está bastante crítica, com boa parte do Estado atingida pela estiagem. Mas temos certeza de que poderemos contar com a boa parceria que sempre tivemos com o Ministério da Agricultura e ficamos na expectativa do anúncio nos próximos dias”, acrescentou o governador.

A secretária Silvana destacou a importância de o governo federal se somar aos esforços do governo gaúcho para atender os produtores rurais do Estado. “Precisamos desta união para dar respostas claras e objetivas ao nosso meio rural que tanto ajuda a fortalecer a economia nacional”, complementou.

O Rio Grande do Sul vive a pior seca dos últimos 70 anos. Além de prejuízos no agronegócio, muitas cidades têm problemas no abastecimento de água para humanos e animais. Segundo a Defesa Civil já são 403 municípios em situação de emergência.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.