Essa matéria é exclusiva para assinantes do jornal digital.

Já sou assinante do jornal digital!

InícioDestaqueAlunos da Escola Bento fazem trabalho de conscientização pela não violência

Alunos da Escola Bento fazem trabalho de conscientização pela não violência

- Advertisement -

O dia 2 de outubro é comemorado o Dia Internacional da Não-Violência. A data foi escolhida pelas Nações Unidas, em homenagem ao aniversário de nascimento do pacifista indiano Mahatma Gandhi.

Incentivados por este propósito de conscientizar a educação pela paz, respeitando os direitos humanos, os alunos da Escola Estadual de Ensino Médio Bento Gonçalves, do município de Itapuca, estão trabalhando o tema com produções textuais, apresentação de peças teatrais e discussões a respeito do tema.

A frente do projeto com os alunos está à professora de língua portuguesa e literatura Sirlei de Lima Comerlatto, que com intuito de engajar os alunos sobre este assunto, tem lançado diversos desafios e debates relacionados ao tema não violência. “Foi muito discutido maneiras de identificar e prevenir situações de violência, como combater as causas antes que a situação seja instaurada, identificar crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade e o acompanhamento de vítimas e agressores em centros especializados”, explica Sirlei.

O comprometimento dos estudantes com o tema abordado e o empenho para que a campanha seja rica de informações surpreendem a todos. “Os nossos estudantes surpreendem na maneira empática com que abordam temas delicados como este. Precisamos trabalhar e conscientizar os nossos jovens hoje, pois eles farão uma sociedade menos violenta e mais acolhedora no futuro”, continua.

Para que todos tenham o acesso à informação, os alunos criaram um QR CODE, um código de barras que pode ser facilmente lido por qualquer telefone celular equipado com câmera, e com ele é possível acessar o panfleto informativo sobre a campanha que está sendo trabalhada na escola.

“A violência está presente em todas as camadas sociais, destruindo comunidades, provocando mortes e inúmeros prejuízos para a humanidade, por isso trabalhos como este são tão importantes para a conscientização, pois o que os jovens aprendem na escola, eles levam para casa e como aprendizados para a vida”, finaliza a professora.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.