Essa matéria é exclusiva para assinantes do jornal digital.

Já sou assinante do jornal digital!

InícioDestaqueIncubatório Dália atinge incubação de 175 mil pintinhos por semana

Incubatório Dália atinge incubação de 175 mil pintinhos por semana

Todos os ovos são provenientes do Matrizeiro ASA

 

No mês de setembro, outro empreendimento do Programa Avícola da Cooperativa Dália Alimentos completará um ano de atividades. Será o Incubatório, localizado na comunidade Palanque Pequeno, distante três quilômetros da RSC-453, no município de Mato Leitão.

Edificado em uma área afastada de qualquer tipo de outra instalação avícola e protegido por barreiras sanitárias, físicas e naturais, o Incubatório consiste na segunda etapa do processo de produção que envolve a cadeia produtiva do Programa Avícola estruturado pela cooperativa – sendo o primeiro o Matrizeiro ASA, localizado em Vale Verde; o terceiro os condomínios, localizados em nove diferentes municípios; e o último, e não menos importante, o frigorífico, situado em Palmas, na cidade de Arroio do Meio.

De acordo com o encarregado pelo Incubatório, Marcelo Santos, no dia 23 de setembro a unidade completará o primeiro ciclo de atividades e, nos últimos 11 meses, foram registrados bons índices de produção e produtividade. “Embora nova, a planta vem atingindo resultados zootécnicos satisfatórios, com excelente qualidade de pintinhos com um dia de vida. Agora, 100% da matéria-prima é da Dália Alimentos, oriunda do Matrizeiro ASA, responsável por entregar ao Incubatório ovos com alta qualidade, controle sanitário e rastreabilidade, garantindo a eficiência produtiva que almejamos”.

A unidade em Mato Leitão funciona 24 horas por dia e sete dias por semana. São 26 funcionários capacitados e divididos em três turnos de trabalho, priorizando a qualidade e eficiência do produto final, que são os pintinhos. Ainda, segundo Marcelo, a produção semanal está em 175 mil aves, mas a capacidade de incubação da planta é para alojar até 280 mil aves/semana, projeto para o futuro, quando o mercado avícola apresentar melhoras.

Para Marcelo, incrementar os rendimentos do Incubatório, ou seja, ovos incubados versus pintinhos nascidos, significa produzir um volume satisfatório e de acordo com a linhagem da matriz, com animais saudáveis, fortes e uniformes, requisitos básicos para alcançar os objetivos e as metas. “A Dália Alimentos disponibiliza da melhor tecnologia de incubação, de máquinas com a mais recente tecnologia neste segmento”, ressalta.

Ele também explica sobre a importância de evitar perdas causadas por contaminações ou doenças, garantindo toda a biosseguridade que o local exige. “É essencial que o incubatório disponha de equipamentos e sistemas eficientes de desinfecção. Ovos e pintinhos precisam ser mantidos em um ambiente climatizado, desde o momento em que os ovos embrionados chegam ao incubatório até o momento em que os pintinhos são transportados aos condomínios avícolas para a produção de frangos de corte”, ressalta.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.