Essa matéria é exclusiva para assinantes do jornal digital.

Já sou assinante do jornal digital!

InícioDestaqueLançamento do filme “Candoca” marca a Semana Farroupilha de Soledade

Lançamento do filme “Candoca” marca a Semana Farroupilha de Soledade

General Candoca é homenageado em documentário

A noite desta segunda-feira, 13 de setembro,  foi marcada pelo lançamento do filme documentário “Candoca”. O evento ocorrido no Centro Cultural de Soledade foi transmitido ao vivo em uma live no perfil do Facebook da prefeitura do município. A solenidade faz parte dos eventos da Semana Farroupilha.

O documentário dirigido por Dorotéo Fagundes é um regaste histórico e uma homenagem ao general Cândido Carneiro Candoca, que liderou em 1932 um grupo de constitucionalistas de Soledade. O grupo revolucionário partiu em direção a São Paulo com o intuito de depor o presidente Getúlio Vargas, mas foram atacados no dia 13 de setembro pela Brigada Militar, na localidade de Campo Branco, situada hoje no município de Progresso. O confronto que ficou conhecido como “O Combate do Fão”, durou cerca de dois dias e dissipou-se após Candoca utilizar uma pequena balsa para retirar seu grupo do local.

O projeto de desenvolvimento do filme iniciou ainda durante o mandato de Paulo Ricardo Cattaneo, na 27ª Cavalgada Farroupilha. A atual prefeita de Soledade, Marilda Borges Corbelini conta que no início, a ideia do documentário foi criticada, “mas acreditamos que isso aconteceu apenas por desconhecimento do assunto”, opina.

Para Marilda, o trabalho é um reconhecimento do legado deixado pelo General e, segundo ela, é de suma importância para Soledade e todo o estado. “O resultado deste trabalho coloca o general Candoca, assim como nosso município na história do nosso Rio Grande e do nosso País”, enfatiza.

A prefeita agradeceu aos familiares e as entidades que apoiaram a ideia e salientou a coragem e força de vontade dos revolucionários. “Falar deste homem que em 1932, lutou pela nossa constituinte, sem medo, contra mais de 200 cavaleiros, é falar de alguém com muita garra, determinação e medo algum”, destaca.

O historiador da academia soledadense de letras, Paulo Borges, relembrou de uma frase dita pelo então presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, no momento da entrega da medalha constitucionalista aos revolucionários soledadenses: “São Paulo foi Soledade em ponto grande na defesa da Constituição, da ordem, da lei e Soledade foi em ponto pequeno São Paulo, neste momento que também enfrentou o Rio Grande do Sul”, relembra.

O evento contou com a participação de autoridades locais e regionais. Estiveram presentes também representantes do Sicredi Botucarai RS/MG, Coagrisol, Instituto dos Cavaleiros Farroupilhas e demais entidades parceiras do documentário.

A famosa batalha do Fão, ocorrida na localidade da Barra do Dudulha, que fica na divisa entre Fontoura Xavier, Barros Cassal e Progresso teve sua história recontada, revivida e registrada para que as futuras gerações a conheçam. Os Cavaleiros da Paz de Fontoura Xavier e autoridades dos municípios de Marques de Souza, São José do Herval e Fontoura Xavier também estiveram participando e apoiando o projeto.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.