Essa matéria é exclusiva para assinantes do jornal digital.

Já sou assinante do jornal digital!

InícioMunicípiosAnta GordaPolícia Civil alerta para golpes referentes ao Pix

Polícia Civil alerta para golpes referentes ao Pix

A Polícia Civil de Anta Gorda, por meio da inspetora Alessandra Bortolini, alerta para uma onda de crimes de estelionato na região. De acordo com ela, a ação está cada vez mais comum, e é preciso que a população se atente, buscando informações junto aos órgãos de segurança antes de realizar quaisquer tipos de transferência ou depósito.

“Percebemos que estão bem comuns dois tipos de estelionato. O primeiro é referente ao Pix, onde as pessoas, em tese, fazem o pagamento via Pix, questionam o comerciante se há a necessidade de envio do comprovante, e o comerciante muitas vezes na boa fé diz que não precisa. Ou então, as pessoas até mostram o comprovante, mas em muitos casos trata-se de Pix agendado, sendo que depois o pagante cancela e obviamente o comerciante não recebe pela venda”, explica.

Segundo ela, o Pix é uma modalidade legal e prática para pagamento e recebimento de contas. “Mas as pessoas tem que se certificar da segurança. Sempre que houver um pagamento via Pix, que confirmem no seu dispositivo a entrada do valor ou então analisem sempre o comprovante que a pessoa mostrar ou enviar, conferindo data, horário e valor”, destaca.

- Advertisement -

Ela segue: “O outro tipo de estelionato é praticado principalmente contra os comerciantes, que tem seus dados expostos nas redes. Eles têm recebido mensagens de números salvos como comando vermelho ou vinculados às facções cobrando valores e na verdade trata-se de um golpe. Por isso reforço para que as pessoas não façam nenhum tipo de depósito sem antes questionar as forças de segurança e verificar se de fato, se trata de uma questão legal ou de um estelionato”, frisa.

A inspetora enfatiza que a Delegacia de Anta Gorda tem, em sua maior totalidade, os crimes de estelionato. “Estamos trabalhando forte encima disso, pois são crimes que têm acontecido muito na nossa região. Estamos sempre aqui para ajudar e estamos fazendo o máximo possível para recuperar valores, prender as quadrilhas que são bem estruturadas, e nunca vamos deixar a população desamparada”, disse.

“No entanto, são crimes mais difíceis que não demandam somente de ações da polícia. Demandam de ações de bancos, Poder Judiciário e Ministério Público. Por isso, se a população buscar auxílio antes, conseguimos resolver de forma mais rápida e muitas evitar”, encerrou ao colocar o contato da Polícia Civil à disposição da comunidade: (51) 98402.9516.

 

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.