Essa matéria é exclusiva para assinantes do jornal digital.

Já sou assinante do jornal digital!

InícioDestaqueSecretaria de Educação desenvolve plano para impulsionar a aprendizagem

Secretaria de Educação desenvolve plano para impulsionar a aprendizagem

O plano consiste em trabalhar com a defasagem de aprendizagem em todos os níveis, para somente depois de sanada seguir o conteúdo de cada turma

Por Fabiana Borelli

Antes da pandemia a educação pública já enfrentava graves problemas de aprendizagem. Essa defasagem foi apontada em estudos e pesquisas do instituto “Todos pela Educação”. Mas com a pandemia esses problemas ficaram ainda mais evidentes.

- Advertisement -

Após o período de aulas remotas o retorno mostrou um cenário muito desafiador para professores e alunos, tornando mais necessário o planejamento de ações voltadas para uma recomposição de aprendizagens ainda não consolidadas, indo além da mera recuperação de aprendizagem, mas construindo estratégias para conseguir avanços.

Em Fontoura Xavier, pensando na proposta do Continuum Curricular, que refere-se a possibilidade de continuidade do currículo previsto para os estudantes de um ano para outro, tendo em vista que foram definidas por meio das Matrizes Referências as aprendizagens essenciais possíveis por conta da excepcionalidade vivida pela pandemia e que, por isso, nem sempre foi possível o desenvolvimento de todas as habilidades e competências previstas, está sendo desenvolveido um plano para impulsionar a aprendizagem nas escolas municipais.

As coordenadoras pedagógicas da Secretaria de Educação, Catia Ferreira de Cesar e Denise dos Santos, estão trabalhando diretamente com o plano, e já apresentaram para a maioria das escolas. “Estamos trabalhando com as escolas, claro que cada uma tem a sua realidade e o formato pode ser diferente, mas o objetivo é o mesmo, impulsionar a aprendizagem dos nossos alunos”, conta Catia.

A coordenadora explica como será realizado o trabalho com os alunos. “Esse é um projeto experimental, que vamos realizar por um mês, e depois vamos reavaliar, se percebermos que está tendo resultado mantemos ou então, junto com os professores e direção, vamos buscar outros métodos. Nesse primeiro momento desfizemos as turmas e formamos grupos de aprendizagem, esses grupos são divididos por dificuldades de aprendizagem, eles terão um horário diferenciado, e nesse grupo será trabalhado cada dificuldade em específico”.

Nos grupos serão trabalhados raciocínio lógico, leitura e interpretação, as produções e ortografia. “Os professores trabalham a aprendizagem desses grupos específicos, eles só vão avançar para outro assunto após os professores perceberem que houve realmente um aprendizado. Fizemos dessa forma porque a maior reclamação dos professores era que os alunos estavam chegando nas turmas com dificuldades de leitura e interpretação, não conseguindo localizar uma informação dentro de um texto pequeno”.

Prioridades

Cátia afirma que para o aluno ter uma aprendizagem satisfatória é necessário ter uma boa base. “Pensamos que não adianta a gente trabalhar conteúdo e habilidade daquela série se o aluno não tem o básico que é leitura, interpretação e a capacidade de raciocinar logicamente. Então voltamos e estamos priorizando é essas habilidades, a consolidação dessas habilidades que ficaram em lacunas durante a pandemia, ou que a pandemia só evidenciou, pois todos sabemos que já existia defasagem na aprendizagem”.

Ela ressalta: “Não quer dizer que o aluno vai regredir, isso queremos deixar bem claro para os pais, o que estamos fazendo  é retomar a base para que ele possa evoluir em aprimorar os seus conhecimentos e aí sim retomar os conteúdos do seu nível escolar mas dessa vez com base para enfrentar com tranquilidade e com um aprendizado satisfatório”.

Engajamento da comunidade escolar

Para um plano como esse é necessário o engajamento de todos os atores da educação, em especial dos professores, que são efetivamente quem vão desenvolver o projeto.

E de acordo com a coordenadora, os professores abraçaram a causa imediatamente. “Os professores estão engajados no projeto, isso é fundamental. Assim que apresentamos a proposta eles imediatamente entenderam e começaram a organizar os grupos, os horários e os conteúdos a serem trabalhados, isso nos dá muita certeza que nosso plano para impulsionar a aprendizagem será exitoso”.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.