InícioSem categoriaCTG Querência do Mate comemora seus 43 anos

CTG Querência do Mate comemora seus 43 anos

Aniversário foi celebrado com jantar dançante

Por Oneide M. Duarte

Um público de mais de 450 pessoas, vindo de toda a região, participou do jantar dançante alusivo ao aniversário dos 43 anos do CTG Querência do Mate.

- Advertisement -

Na oportunidade houve a troca de faixa da nova patronagem do CTG, onde a ex-patroa, Jaqueline Guimarães Baldissareli, passou a faixa para o novo patrão, Gelson Fassina, que assume a entidade pela primeira vez. Jaqueline esteve à frente do CTG por três mandatos e Fassina assume para o biênio 2022/2023.

“Espero muito trabalho em conjunto para recuperar o tempo perdido em função da pandemia, pois conseguimos manter nosso CTG nesse tempo, graças ao excelente trabalho da ex-patroa Jaqueline Guimarães e seu esposo, que juntos estiveram por 11 anos à frente da nossa instituição. Parabéns à eles”, disse o novo patrão.

A ex-patroa e seu marido, Reni Baldissarelli, foram homenageados com mimos, onde foi lido um breve resumo da trajetória do casal junto ao CTG. 

Após 11 anos frente a entidade, eles afirmam que continuam colaborando com a nova patronagem. “Estamos saindo da patronagem, mas vamos continuar ajudando na parte financeira, e por um tempo na artística, vamos dar todo o apoio a nova patronagem”, afirma Baldissarelli .

E ressalta “O sentimento de deixar a patronagem é de agradecimento a todos que colaboraram conosco nesses 11 anos, foram várias equipes que trabalharam. Algumas pessoas como a Leonice Casagrande e a Noeli Signor ficaram os 11 anos conosco, sempre com o mesmo empenho, então só gratidão. As crianças que participaram das invernadas, do pessoal da campeira, enfim, se for enumerar todos que fizeram parte da nossa história não vou conseguir”.

 

Jaqueline afirma que foram anos de muito trabalho e dedicação. “Nesse tempo que estivemos na patronagem trabalhamos incansavelmente, nos dedicamos, para poder ter recursos para investir. Investimos mais de R$ 160 mil em obras no CTG, e mais de R$40 mil em equipamentos”.

E finaliza. “Penso que deixamos como legado o trabalho, e proporcionar as nossas crianças conhecer outras culturas, com as viagens que proporcionamos a eles, para levar a nossa cultura gaúcha para o Brasil e outros países”.

Logo após, houve baile animado pelo Grupo Tchê Guri. “Esse baile com o Tchê Guri era para ter acontecido há muito tempo atrás, mas infelizmente a pandemia não deixou acontecer. Hoje chegou o grande dia”, comemorou o ex-patrão, Reni Baldissarelli.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.