Conab levanta custo da erva-mate

245

Pela primeira vez a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) esteve na região realizando a atualização do pacote tecnológico do custo da produção de erva-mate. Técnicos da Conab realizaram a reunião na quinta-feira, 04, na Câmara de Vereadores de Ilópolis, a qual, contou com a participação de produtores, representantes de indústrias ervateiras, secretários municipais e representantes da Emater.

Na ocasião, os agentes que compõem a cadeia produtiva, produtores representantes das indústrias, técnicos da Emater e representantes das secretarias de Agricultura de Arvorezinha e Ilópolis, participaram de painéis técnicos durante os quais foram descritas etapas de produção, o uso de insumos, mão de obra e demais investimentos para a cultura. O custo de produção da erva-mate será aferido em Ilópolis.

Esses dados, coletados pela Conab, servem de base para a elaboração dos valores utilizados no Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF). Os dados serão objeto de análise da situação econômica das culturas e rentabilidade dos produtores e servirão de base para uma nova proposta de preço de garantia dos produtos.

Em 2017 o levantamento de custo da arroba foi realizado em Guarapuava, no Paraná e está avaliado em R$ 11,84.  Segundo o analista de operações da Conab, Matheus Carneiro de Souza, o custo de produção de erva-mate é realizado em municípios que têm o maior número de contratos no Pronaf, para investimento na cultura, consequentemente maior produção.

O preço mínimo da erva-mate será divulgado após a aprovação do Ministério da Agricultura e divulgado no site da Conab, em www.conab.gov.br

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome