Professor de Educação Dança deixa o município e gera revolta e comoção nas redes sociais

19792

Profissional Cristiano Silva atuava em Anta Gorda há quatro anos, onde conquistou a comunidade por sua forma autentica de trabalhar

A não renovação do contrato por parte da Administração Municipal de Anta Gorda com o professor de Danças Cristiano Silva, tem gerado repercussão nas redes sociais, em razão de que, o profissional vinha se destacando pelo trabalho realizado principalmente junto aos idosos do município, estimulando-os a prática de exercícios.

Nesta semana, o professor publicou um vídeo em sua página no Facebook, agradecendo o acolhimento da comunidade e se despedindo. O conteúdo rendeu mais de 1,2 mil visualizações e mais de cem comentários de pessoas que lamentavam a sua saída.

“Quero me dirigir, por meio deste vídeo, a todos da comunidade de Anta Gorda, principalmente aos idosos que me acolheram com tanto carinho durante quatro anos nessa cidade. Eu aprendi a amar essa comunidade, o que me fez inclusive a transferir toda a minha vida e a minha família para mais perto de vocês, quando me mudei para Encantado”, iniciou falando.

Silva seguiu agradecendo: “Mas eu quero neste vídeo falar um pouco sobre gratidão, a cada um de vocês, vovô, vovó, aos meus alunos da turma de ritmos, aos meus alunos especiais que sempre me acolheram com muito carinho. Me dediquei ao máximo nesses quatro anos e entre erros, entre acertos, busquei dar e fazer o meu melhor. Em questão disso, não vou entrar em méritos de questões políticas ou provocações que venham a acontecer. Eu quero neste vídeo somente agradecer a todos vocês por esse ciclo que se encerra. Ficarão as lembranças dos momentos de vivência na praia, as festas juninas, o Natal na Praça, nossos encontros feitos em Fazenda Vila Nova, Relvado, nossos passeios”, acrescentou.

A empresária antagordense, Tania Lazzari Parisotto, aproveitou para declarar em sua página, também no Facebook, sua indignação, enfatizando não ter gostado do afastamento do professor. “Essa notícia me deixou muito triste, porque nada mais traz alegria para nós do que ver nossos pais e avós felizes. Não vou polemizar, mas espero que a pessoa contratada faça um bom trabalho, afinal foi descartado um ótimo profissional. Francamente não gostei”, escreveu ela.

A publicação de Tânia, ilustrada com uma foto da matéria publicada por este meio de comunicação na última semana, informando a saída do professor de suas funções no município, gerou mais de 70 comentários, entre os quais: “O poder subiu na cabeça. Mas tem muito tempo ainda para mostrar como se faz gestão”, comentou um empresário do município referindo-se à Administração Municipal.

Tânia, por sua vez, em resposta à alguns comentários em seu post, escreveu: “Eu só não entendo uma coisa: sempre falo que sou avessa à política, mas não foi alardeado na campanha que o povo teria voz, que seria ouvido? Então para que ficarem bravos com a nossa opinião, que gostaríamos que o professor ficasse? Falei inclusive com o prefeito sobre isso e ele me disse que não era para me preocupar que o contrato seria renovado”, instigou.

Um dos trabalhos de mais destaque, ministrado pelo professor foi o projeto Praticando Saúde, que envolveu mais de 366 pessoas, estimuladas à realização de atividades físicas, integração e lazer. O que também marcou e emocionou toda a comunidade e região, foi a iniciativa do profissional ao organizar uma dança, em frente ao hospital, para uma aluna especial que estava internada, a fim de auxiliar na sua recuperação. Na terça-feira, 9, foi aberto edital para contração de um educador físico, no dia 08 de março o edital da licitação foi alterado.

 

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome