Votação da Consulta Popular foi prorrogada

110

O governo do Estado, por meio da Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão (SPGG), prorrogou a votação da Consulta Popular até às 23h59 da sexta-feira, dia 29, pela internet. A medida atende o pedido dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes) e foi assinada  quinta-feira, dia 28, pelo secretário da SPGG, Josué Barbosa. Em dois dias, foram mais de 250 mil votos pela internet.

Segundo a legislação, estarão aptos a receber os recursos referentes aos projetos eleitos na consulta as cidades que atingirem percentuais mínimos de votação. Municípios com até 10 mil eleitores, devem ter 6% de votantes. Os que tem entre 10 e 40 mil, o número muda para 5%. Os percentuais das cidades com eleitores entre 40 e 80 mil, 80 e 120 mil e mais de 120 mil, são 4%, 3% e 1,5%, respectivamente.

Os Coredes acreditam que algumas cidades ainda não alcançaram o índice devido ao jogo do Brasil na Copa do Mundo, que aconteceu quarta-feira, dia 27, e acarretou em uma redução do expediente em diversas repartições e empresas pelo estado.

A Consulta Popular vai relacionar as prioridades de 28 regiões do estado, representando os 497 municípios. Nesta edição, o governo do Estado vai investir R$ 80 milhões, valor 33% a mais do que foi distribuído no ano passado (R$ 60 milhões). Os projetos selecionados foram definidos anteriormente em assembleias.

Cada um dos 28 Coredes homologou entre seis e dez prioridades. Elas estão disponíveis para escolha nas cédulas de votação. As que receberem mais votos terão as verbas destinadas para implantação.

Como votar

Coordenada pela SPGG, a votação ocorre pela internet. Além do site da Consulta Popular ( https://vota.rs.gov.br/), a novidade é que será possível votar acessando o aplicativo de celular Facilita RS (http://www.facilita.rs.gov.br/pages/index.html). Após escolhidos os projetos, eles serão inclusos no Orçamento do Estado para 2019.

 

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome