Essa matéria é exclusiva para assinantes do jornal digital.

Já sou assinante do jornal digital!

InícioDestaqueArranjo Produtivo Local beneficiará empresas do ramo de alimentos e bebidas

Arranjo Produtivo Local beneficiará empresas do ramo de alimentos e bebidas

Constituição do APL será feita na noite desta quarta-feira

O Salão de Eventos da Acil, em Lajeado, sedia na noite desta quarta-feira, 13, às 19h, a reunião de implantação do Arranjo Produtivo Local (APL) Vale do Taquari, voltado ao segmento de alimentos e bebidas.

De acordo com a secretária executiva, Simone Wobeto, várias reuniões para tratar da constituição do APL já foram realizadas. “Nossa ideia inicial era criar uma associação para ser a entidade gestora desse APL, mas conversamos com o Governo do Estado e acertamos que seria melhor a CIC Vale do Taquari ter essa função. Mas isso e outros vários assuntos irão à votação hoje à noite, ocasião em que também ocorre a eleição, por aclamação, da diretoria do APL, que deve ser constituída por um coordenador, um vice-coordenador, um tesoureiro e um secretário”, revela.

Conforme Simone, até o momento mais de 20 empresas, de diferentes portes, manifestaram interesse na adesão ao APL. “O APL nada mais é do que a união de empresas da mesma cadeia produtiva, do mesmo setor, para poderem ter acesso a vários benefícios como: acesso facilitado à linhas de crédito liberadas pelo governo; pontuação no Fundopem – importante para empresas que querem ampliar seu espaço; troca de informações; participação em feiras e cursos; inovação e melhoria de produtos, processos e serviços onde as empresas maiores podem fornecer cursos de aperfeiçoamento às empresas menores; compras em conjunto, para que o preço dos produtos se torne menor; participação em editais voltados ao APL; acesso à mercados e ampliação de negócios; aumento da competitividade setorial e individual; realização de rodadas de negócios; qualificação de recursos humanos; acesso facilitado à informações do setor e outros”, conta.

Um plano de ações deve ser elaborado, após a implantação do APL. “O Sebrae vai nos ajudar com o plano de ações, o qual é exigido pelo Governo do Estado. Vamos elencar as demandas de toda a cadeia para podermos trabalhar em ações efetivas”, disse. “Cabe frisar que, para integrar o APL, as empresas precisam estar associadas à associação comercial local, do seu município”, acrescenta.

Toda a cadeia pertencente ao ramo de alimentos e bebidas pode ser beneficiada. “Quem constrói equipamentos para a indústria, gráficas, transportadoras, enfim, são empresas localizadas numa mesma região geográfica. Esse é o conceito principal do APL, e neste caso, estamos nos baseando no mapa do Codevat, que engloba os 36 municípios do Vale do Taquari”, ressalta Simone.

Empresas interessadas em participar do APL podem entrar em contato pelo telefone (51) 99653.4546. “Não vamos ter cobrança de mensalidade. A ideia é que se cobre uma taxa de adesão que varia conforme o tamanho da empresa, e tem desconto de 50% para empresas fundadoras, com valor máximo de R$ 1 mil, para as empresas maiores, que com o desconto de empresa fundadora, cai para R$ 500, por exemplo”, finaliza Simone.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.