Essa matéria é exclusiva para assinantes do jornal digital.

Já sou assinante do jornal digital!

InícioMunicípiosArvorezinhaDelegado Marcos Vinícius Muniz Veloso assume a Delegacia de Polícia

Delegado Marcos Vinícius Muniz Veloso assume a Delegacia de Polícia

Estou à disposição e empolgado para começar esse novo ciclo”, diz ele

A Delegacia de Polícia de Arvorezinha tem, desde a quarta-feira, 11, um novo delegado titular. Marcos Vinícius Muniz Veloso, que já esteve à frente da Delegacia em outras oportunidades, atuará presencialmente no município no período da tarde, para atendimento às demandas da comunidade. Ele também atua como substituto nas Delegacias de Ilópolis e Putinga.

Desde a saída da delegada Alice Fernandes, em julho deste ano, Arvorezinha estava sem delegado titular, sendo os trabalhos conduzidos até então pela delegada Camila Neiva Almino, a qual agora assume a titularidade da Delegacia de Tapera, onde Veloso atuava como titular. “Da minha parte essa troca foi de cunho pessoal. Eu solicitei à delegada regional Fabiane Bittencourt que eu trabalhasse na Delegacia de Arvorezinha e desse apoio na Delegacia de Soledade, e fui atendido por ela, deixando assim a Delegacia de Tapera”, conta ele.

Desta forma, durante a manhã Veloso permanece na Delegacia de Soledade, e à tarde na Delegacia de Arvorezinha. “Mas estarei em atuação o dia inteiro, até porque trabalhamos com sistemas e damos andamento aos inquéritos por meio deles, além de estarmos sempre em comunicação com os policiais. Quero contribuir para que consigamos diminuir a criminalidade, já que somente neste ano já tivemos quatro homicídios, um número muito alto por se tratar de uma cidade com 10 mil habitantes”, pontuou.

Trabalho preventivo

Segundo o delegado, um trabalho preventivo em relação ao consumo e tráfico de drogas vem sendo realizado já há algum tempo, ação a qual pretende dar continuidade. “Vamos às escolas falar com os jovens sobre os malefícios das drogas. Estamos saindo dos nossos afazeres cotidianos e fazendo isso porque acreditamos no trabalho preventivo. Orientamos sobre o fato que usar drogas tem dois caminhos: o da cadeia ou o do cemitério, mas infelizmente muitos jovens ainda acabam indo para o caminho errado”, disse.

Boa notícia

“Temos uma notícia muito boa, que é a vinda de um policial civil para Putinga, e a permanência dos policiais civis que já estão na região”, comemora Veloso. “Isso para mim é muito importante porque caso os policiais civis pedissem remoção para outras cidades, haveria todo aquele trabalho de condicionamento e de troca de informações. Os policiais civis que já trabalham em Arvorezinha já estão inseridos na comunidade e isso faz com que informações sobre crimes e tudo mais, cheguem à nossa Delegacia com uma velocidade maior”, salienta.

“Pretendo estreitar laços”

Conforme Veloso, um dos seus objetivos em Arvorezinha, é estreitar laços com as demais instituições: Poder Judiciário, Ministério Público, Brigada Militar, e também com a imprensa. “Com isso poderemos desenvolver um trabalho melhor para a comunidade e tentar deixar a cidade um tanto quanto mais harmônica para o convívio social”, enfatizou.

“Embora eu não esteja residindo em Arvorezinha, isso não irá afetar o trabalho. As pessoas sabem que podem procurar a Polícia Civil, e eu, sou plenamente acessível. A comunidade de Arvorezinha será tão bem atendida quanto a de Soledade, de Tapera e de Espumoso. Estou à disposição e empolgado para começar esse novo ciclo, e que a comunidade nos procure quando achar conveniente e necessário”, frisou.

Sala das Margaridas

Ainda no mês de agosto deve ser implementada na Delegacia de Arvorezinha a Sala das Margaridas, voltada ao atendimento de vítimas de violência doméstica. “A estrutura da Delegacia de Arvorezinha já melhorou bastante com um trabalho desenvolvido lá atrás pelo delegado Marcio Marodim, mas temos que melhorar ainda mais, assim como também temos frentes para melhorar as Delegacias de Ilópolis e Putinga. Ao longo da minha trajetória na Polícia Civil eu sempre batalhei por melhoras de estrutura, pois quando isso acontece, melhoramos o atendimento às pessoas que nos procuram solicitando auxilio”, disse.

“A Sala das Margaridas vai ser inaugurada em Arvorezinha ainda no mês de agosto, e temos a felicidade de ter uma policial feminina na Delegacia de Arvorezinha, por isso orientamos que as ocorrências que envolvem Maria da Penha ou vulneráveis sejam atendidas por ela. Desta forma, tentamos qualificar ainda mais o atendimento às vítimas desses delitos”, acrescentou.

Para a implementação da Sala das Margaridas foi necessária a troca de três portas da Delegacia, um investimento no valor de R$ 6,9 mil, o qual o presidente do Legislativo de Arvorezinha, Clóvis Roman, buscou junto às empresas BG Alumínios e ACC Construções.

“Por meio do Construtor Gaúcho, que é dono da empresa ACC Construções, que está executando a obra do Edifício Clóvis Roman, por meio da BG Alumínios, que é a empresa terceirizada que está instalando as aberturas e vidros através da Construtora e Incorporadora CPR, de Arvorezinha, entrei em contato a pedido da delegada Alice Fernandes para melhorar a acessibilidade na Delegacia e conseguimos a troca das três portas, duas internas e uma externa. Acho que temos que colaborar para o melhor funcionamento da Delegacia, para que garantam a nossa segurança e o bem-estar da população em geral”, destacou Roman.

A inspetora Alessandra Bortolini, destaca que por anos está sendo trabalhado para melhor a estrutura da delegacia, para atender a população, bem como incentivar a chegada de novos policias. “Iniciamos com ações coordenadas pelo delegado Márcio Marodin, seguidas pelo delegado Guilherme Pacífico, em conjunto com o Poder Judiciário e GAPA. Atualmente, estamos trabalhando nos projetos de acessibilidade e criação de uma sala específica para atendimento de vítimas em situação de vulnerabilidade, sendo um projeto da Polícia Civil com o nome Sala das Margaridas. Para tanto, estamos contando com apoios dos poderes municipais, entidades particulares e de toda a população”, explicou.

A inspetora segue destacando a iniciativa do vereador Clovis Roman, que custeou toda a parte da reforma e instalação de novas portas de acessibilidade, a Prefeitura de Arvorezinha que ajudou na reforma parcial de uma sala para depósito e arquivo, abrindo espaço para a Sala das Margaridas. A Prefeitura de Itapuca, que custeou toda a parte de mobília de escritório, bem com a bancada da sala de recepção, que atenderá as diretrizes da acessibilidade, as ações do grupo ” Mulheres Fortes em Ação”, que tem arrecadado fundos para o aparelhamento da delegacia, bem como para a reforma da Sala das Margaridas.

Alessandra segue destacando parcerias como a do Sicredi, “Tem sido um parceiro importantíssimo, sempre atendendo as demandas da segurança pública e o GAPA, tendo membros da comunidade, comprometidos com a segurança pública e bom atendimento à população de Arvorezinha, que administra os recursos recebidos e atende as demandas da Instituição, com a ajuda da população”, explicou Alessandra.

Foto Disk 08 – Delegacia de Polícia – Karine Coradi

9826 – Porta de entrada foi substituída e alargada dando mais acessibilidade

CARINE VAI SALVAR FOTO DELEGADO

Delegado Marcos está à frente da Delegacia de Arvorezinha, Ilópolis, Putinga e Soledade

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.