Administração Municipal investe mais de R$439 mil em redes de água

188

 

96 famílias já foram beneficiadas com a construção das redes de água, proporcionando mais saúde a população

Em 2010, a Organização das Nações Unidas (ONU) reconheceu a concessão da água limpa e segura como um direito humano essencial para sobrevivência. Na prática, porém, esse direito precisa ser incorporado às leis internas de cada país, Estado ou município, o que não ocorre na maioria dos casos.

Mas em Putinga, por exemplo, desde que a atual gestão municipal assumiu, em 1º de janeiro, tem-se feito história e levado às dezenas de famílias a esperança de um ter água encanada com qualidade. Por meio de uma série de termos de parcerias, o prefeito Fernando Gonçalves dos Santos, o “Fernandinho”, tem contemplado comunidades, as quais a água encanada ainda não é uma realidade.

Os mais recentes foram celebrados na terça-feira, 30 de março, com a Associação Rede de Água Linha Fiscal (termo de parceria 009/2021) com repasse de R$ 77.140,55; com a Sociedade Comunitária Água Pura do Belvedere, da Linha Santos Filhos (termo de parceria 008/2021), com repasse de R$ 16.175; e com a Associação de Água Linha Lajeado Bonito (termo de parceria 007/2021) com repasse de R$ 54.551. Em contrapartida ao valor repassado pelo Poder Público para a implantação das redes de água, as associações são responsáveis pelo fornecimento de mão de obra necessária, além da aquisição de hidrômetros.

Conforme o prefeito, a instalação das redes de água é uma das prioridades da sua gestão. “É inacreditável que famílias ainda não tenham água encanada e de qualidade para usufruir. Desde quando comecei minha campanha política como vereador, senti essa necessidade da população. Devido às estiagens que tivemos nos últimos anos, a falta de água foi se agravando cada vez mais. Rios chegaram a secar, bem como as fontes de água que existiam nas propriedades”, pontuou.

“As pessoas começaram a aclamar por água e relataram já ter pedido ajuda para a gestão passada, mas não obtiveram sucesso. Minha promessa de campanha, então, baseou-se nessa demanda e trabalhei muito em cima disso, para que as pessoas tivessem água encanada dentro de casa, por meio da abertura de poços. Hoje estou cumprindo a promessa feita, mas acima de tudo, não envolvendo questões políticas, as pessoas merecem água de qualidade, porque água é vida, é saúde, e poder ajudar tantas famílias, é uma grande realização pessoal”, frisou.

Ainda, segundo o prefeito, muitas críticas foram recebidas pelo trabalho desenvolvido. “Recebemos muitas críticas da oposição por estar fazendo esses repasses. Disseram que iríamos afundar a prefeitura, mas estamos trabalhando em algo fundamental, e vamos sim atender as necessidades do povo, pois é isso que interessa”, enfatizou. Todos os repasses foram aprovados pelo Legislativo, mediante apresentação de Projetos de Lei.

Fernandinho concluiu. “Semana que vem, vamos dar início à execução das redes de água, devendo começar pela comunidade de Linha Carlos Barbosa, que é uma rede de água mais curta e os moradores estão com bastante dificuldades, tendo que buscar água de litros para tomar desde o início da estiagem. Em seguida serão feitas as demais. Acredito que em três meses todas serão concluídas”, revela.

Participaram da reunião na quarta-feira, 31 de março, na Câmara de Vereadores, onde foram assinados os convênios alguns beneficiados, Leo da Costa, Miguel Rodrigues de Freitas e Cassiano da Costa, da Linha Fiscal; Angela Gozzi e Mario Gozzi, da Linha Santos Filhos; Tiago Zarbielli e Ourelio Zarbielli; da Linha Lajeado Bonito.

“A água que temos em nossa casa não tem como tomar, parece que tem limo e parece ser salgada”, lamentou o presidente Miguel Rodrigues de Freitas, de uma das associações beneficiadas. “A água é fundamental em uma propriedade. É melhor ficar sem luz do que sem água. Nós estamos com escassez e racionando o que ainda temos ao máximo”, exclamou Leo da Costa.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome