Aprovado PL que denomina a ERS-432 como Rodovia Marivanda Maria Blager Casagranda

407

Por unanimidade, o plenário da Assembleia Legislativa aprovou, na quarta-feira (30), o Projeto de Lei 55/2018, de autoria do deputado Edson Brum (MDB), que denomina a ERS-432 como Rodovia Marivanda Maria Blanger Casagranda. A via liga o município de Anta Gorda à ERS-332.

A homenagem se dá pouco mais de sete anos após o falecimento de Wanda Casagranda, como era carinhosamente chamada. Ela morreu em 9 de setembro de 2013, aos 52 anos.

“É uma forma de reconhecermos o legado da Wanda, que dedicou a sua vida não apenas à família e à empresa que administrava, mas também à sociedade, pois além de mãe e empresária, foi muito amiga de todos que necessitavam de sua ajuda. Ela é merecedora da distinção e esta é uma maneira de perpetuarmos a sua história”, destacou Brum.

Natural de Anta Gorda, Marivanda é filha de Balduíno Blanger e Lurdes Bisleri Blanger. Aos seis anos perdeu a mãe e enfrentou dificuldades. Permaneceu aos cuidados do pai, que lhe ensinou a respeitar os principais valores éticos e morais. Casou-se com Jairo Luiz Casagrande com quem teve três filhos: Diogo, Amanda e Junior. A família sempre foi sua preciosidade.

Em 1991, fundou a Diamaju com o marido, com atuação nos três Estados da região Sul do Brasil e mais de 4 mil itens voltados ao setor agropecuário, inclusive com destaque para marcas próprias, como um substituto do leite AmaMilk. A empresa de atacado e distribuição tem foco no atendimento de revendas agropecuárias, cooperativas, ferragem, materiais de construção, pet shops, veterinárias, sindicatos do setor e redes de cooperação.

Sob o comando de Wanda, a Diamaju sempre promoveu várias atividades de cunho social, buscando a proteção e inclusão das pessoas em um mundo melhor. Dentre elas, a doação de equipamentos para o Conselho Tutelar de Anta Gorda, a Campanha da Criança em Alvorada, Campanha do Agasalho, Campanha para a Festa da Confraternização que doou alimentos para o Asilo Vovolar de Lajeado, Campanha contra as drogas, e muito mais.

Em 2006, a empreendedora foi agraciada pela Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul com o Prêmio de Responsabilidade Social, o que se sucedeu até 2011.

AL/RS

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome