Contrariando especialistas, Bolsonaro defende a desobrigação de máscara para vacinados

148
Jair Bolsonaro segura máscara, que está fora do rosto, em evento no palácio do Planalto, em 10 de junho — Foto: Reuters/Adriano Machado

Bolsonaro informou na quinta, 10, que pediu ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, um parecer para liberar vacinados e recuperados da Covid de usar máscaras.

A ideia foi prontamente rebatida por especialistas, que alertam que mesmo quem foi vacinado ou teve a doença pode transmitir o vírus para outras pessoas. Além disso, quem já teve Covid pode ter de novo, e quem foi vacinado pode ter a doença de forma mais leve.

“Quem já foi infectado e quem tomou vacina não precisa usar máscara”, afirmou o presidente.

O presidente é contra as medidas de restrição para conter a disseminação do vírus, consideradas por autoridades sanitárias do Brasil e do mundo todo como essenciais para frear o coronavírus.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, disse nesta sexta-feira (11) não ser “censor” das falas do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), e afirmou que fará um estudo sobre o uso da máscara no país.

Foi cientificamente provado que a vacina é eficaz, mas não é porque estou vacinado ou porque você está vacinado que podemos afrouxar os cuidados, afinal, o risco de recontaminação e de proliferação do vírus continua o mesmo.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome