InícioDestaqueGenealogiq desenvolve plataforma para eternizar famílias e suas histórias

Genealogiq desenvolve plataforma para eternizar famílias e suas histórias

A dor de não conhecer a história da sua família foi transformada em ferramenta de ressignificação pelo soledadense especialista em Análise do Comportamento Humano, e fundador da Genealogiq, Douglas Batista Pedroso, que desenvolveu uma plataforma que visa resgatar princípios e valores deixados pelos antepassados, os quais, acabam se perdendo no desenrolar das gerações.

“A criação desta plataforma se deu por meio da minha própria dor, a dor de não saber a história da minha família, sendo que a maioria dos seus membros faleceram muito jovens. Meus avós paternos, por exemplo, morreram antes mesmo de eu nascer. Hoje tenho 30 anos, já passei por situações bem difíceis e lamentei por não ter a quem recorrer”, recorda.

A Genealogiq é pioneira no Brasil. “Por meio da plataforma nós entregamos às pessoas a oportunidade não apenas de saberem quem foram seus antepassados, mas também de poderem deixar registrada em vida as suas histórias para as próximas gerações”, enfatiza.

 

Como o sistema funciona

Conforme o empreendedor, é possível criar um perfil da pessoa (em vida ou falecida) com fotos, textos, vídeos, árvore genealógica, biografia, impacto social, carreira, músicas favoritas, se assemelhando a uma rede social.

“Nós temos hoje o aplicativo que faz com que as pessoas consigam acessar esse perfil de qualquer lugar do mundo via WhatsApp ou e-mail, e também o QR Code, que fica junto ao túmulo, possibilitando a quem for visitar o cemitério, identificar a pessoa que ali está sepultada, bem como a sua história, afinal, quem nunca foi ao cemitério e ficou lendo os nomes, data de nascimento, olhando fotos e se perguntando: quem foi essa pessoa?” questionou.

Planos

Interessados primeiramente devem entrar em contato pelo telefone (54) 99679.3189, pelo e-mail [email protected] ou pela página da Genealogiq no Instagram. “Em algumas cidades, como Passo Fundo, Serafina Correa, Guaporé, Carazinho, Sananduva e Panambi, estamos com parceiros do ramo funerário, e abrimos oportunidades para quem mais desejar fazer parte deste time”, coloca Pedroso.

Os antagordenses Tiago e Diego Di Domênico, já são clientes da Genealogiq e estão satisfeito com o serviço. “Conhecemos o Douglas em um curso e ele nos expôs a sua ideia, com a qual todos ficaram admirados. É uma maneira de eternizar a história da nossa família, para sempre”, colocou.

 

Di Domênico registrou a história de Maria Culau Di Domênico e Ernesto Di Domenico que estão sepultado no cemitério da Linha Viena em Anta Gorda.  Mais informações também podem ser obtidas pelo link https://genealogiq.com/.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.