InícioDestaquePrograma Merenda Melhor aumenta em 166% repasse de verba para alimentação escolar...

Programa Merenda Melhor aumenta em 166% repasse de verba para alimentação escolar na rede estadual de ensino

Lançamento ocorreu nesta quinta-feira, 03 de fevereiro, serão oferecidas refeições quentes todos os dias da semana

O governador Eduardo Leite e a secretária da Educação, Raquel Teixeira, lançaram, em evento na Escola Estadual de Ensino Médio Santa Rosa, em Porto Alegre, nesta quinta-feira, 03 de fevereiro, o programa Merenda Melhor. A iniciativa eleva em 166% o valor investido pelo Estado na alimentação de cada estudante da rede estadual de ensino.

Atualmente, as escolas recebem R$ 0,66 por aluno para ofertar uma refeição, sendo R$ 0,36 do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) e R$ 0,30 do programa estadual. A partir deste ano letivo de 2022, as escolas passarão a contar com R$ 1,16 para ofertar esta mesma refeição, sendo os mesmos R$ 0,36 do PNAE e R$ 0,80 do programa estadual, um acréscimo de R$ 0,50 – o que dá o salto de 166% na parcela do estado para cada refeição.

- Advertisement -

 

51860421284 2ea83fa9cd k
Leite e a secretária da Educação, Raquel Teixeira, lançaram programa na Escola Estadual de Ensino Médio Santa Rosa, na capital 

“O processo de ensino e aprendizagem depende da qualidade da nutrição das crianças e dos jovens. Precisamos oferecer uma alimentação que os estimule e que dê condição necessária para absorverem o conhecimento, sem a preocupação de estarem com a barriga vazia. Se temos 1,2 mil alunos aqui nesta escola, é muito futuro, é muita responsabilidade. E estamos buscando fazer nossa parte como governo, em conjunto com a comunidade escolar e civil, para puxarmos juntos em uma mesma direção”, afirmou o governador ao reforçar que o Estado tem capacidade de fazer investimentos a partir da reestruturação das finanças do Rio Grande do Sul, buscando a transformação na educação com melhorias na alimentação, na infraestrutura e na segurança das escolas.

Se antes o investimento global entre repasses do Estado e do PNAE era de R$ 135,9 milhões, agora as escolas receberão R$ 215,9 milhões. Os R$ 80 milhões a mais representam aumento de 163,5%.

Com esta ação, em vez de serem servidos alimentos como pães e bolachas, serão oferecidas refeições quentes todos os dias da semana.

51859131702 173a92d8ee k
Depois do lançamento, governador almoçou na escola – Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

“O Brasil está passando por um momento difícil, o repasse do governo federal está congelado desde 2017, e as crianças precisam desta alimentação. Este é um programa do governo do Estado que busca atender demandas educacionais, nutricionais e sociais em um momento extremamente importante”, afirmou a secretária da Educação, Raquel Teixeira.

Além desse aumento no repasse para todos os estabelecimentos de ensino da rede estadual, para as escolas localizadas em ambientes mais vulneráveis, será implantado o cardápio com duas refeições por turno. A ação começará pelas 45 instituições de ensino que integram o programa RS Seguro a partir do primeiro semestre de 2022, com expansão gradual a todo o Estado.

Alimentos da agricultura familiar

Dos valores repassados pelo PNAE, 30% devem ser investidos em compra direta de produtos da agricultura familiar, incentivando o desenvolvimento econômico e sustentável de pequenos produtores.

O cardápio das refeições é elaborado pela nutricionista responsável da Secretaria Estadual da Educação (Seduc), contemplando a utilização de gêneros alimentícios básicos e com respeito aos hábitos alimentares locais e culturais e a tradição alimentar da localidade. Os cardápios atendem aos estudantes com necessidades nutricionais específicas, como doença celíaca, diabetes, hipertensão, anemias, alergias e intolerâncias alimentares, entre outras. Assim como atendem as especificidades culturais das comunidades indígenas e/ou quilombola.

51860087886 d34b967cf1 k
Leite visitou obras realizadas com recursos do Agiliza Educação, programa que dá autonomia financeira para investimentos 

Durante o evento, o governador também visitou as obras na EEEM Santa Rosa, realizadas com recursos do Agiliza Educação. Na semana passada, o governo anunciou o repasse de mais R$ 200 milhões ao programa, que se somam aos R$ 100 milhões já destinados anteriormente. A iniciativa dá autonomia financeira para que equipes diretivas executem reformas nas escolas, como ajustes nas redes hidráulica e elétrica, conserto de telhados, pinturas de ambientes, consertos em banheiros e refeitórios. Ao final da visita, Leite foi convidado a provar o cardápio e almoçar na companhia dos estudantes.

* Fonte Secom

 

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.