Essa matéria é exclusiva para assinantes do jornal digital.

Já sou assinante do jornal digital!

InícioDestaqueCTG Sinuelo realiza evento de laço e torneio de bocha

CTG Sinuelo realiza evento de laço e torneio de bocha

- Advertisement -

Nos dias 4 e 5 de dezembro, o CTG Sinuelo, no município de Itapuca, realizará um torneio de vaca mecânica e bocha em suas dependências. A iniciativa da patronagem é para arrecadar fundos para continuar as melhorias já realizadas na entidade.

As inscrições podem ser feias diretamente com o patrão, Jandir Portella, e custam R$50 a dupla e R$30 individual. A premiação do torneio será 40% do valor arrecadado nas inscrições, dividido entre os vencedores. No sábado será oferecido almoço, no valor de R$40 por pessoa mediante a reserva.

CTG Sinuelo completa 26 anos

No último dia 20 de novembro, o CTG Sinuelo completou 26 anos de sua fundação. O patrão conta que por mais que os tempos estejam difíceis, ele tem trabalhado para que a entidade seja reerguida. “Só quem está aqui sabe as dificuldades que enfrentamos com um ano inteiro de pandemia, sem nenhum tipo de evento e com contas e reparos para fazer. Eu decidi, quando assumi a patronagem, colocar junto a mim pessoas com o mesmo objetivo, de trazer a grandeza da entidade de volta. É um trabalho lento, mas nós estamos comprometidos”, conta Jandir.

A nova patronagem tem cuidado de tudo que é mais urgente, arregaçando as mangas e trabalhando em prol da entidade. “Nós reformamos já uma parte que estava cedendo, assim como mudamos a cozinha de local, deixando mais espaçosa e melhor de trabalhar. Trocamos fiações elétricas, compramos utensílios de cozinha. Em setembro já pudemos realizar a semana Farroupilha, já estamos locando para eventos particulares e no próximo final de semana faremos mais um torneio”, explica Portella.

A volta das invernadas

Jandir conta que seu sonho é ver a entidade cheia e festiva, receptiva a todos. “O CTG é um local de acolhimento as famílias e as tradições. Nós queremos que as pessoas, a comunidade se sinta bem vinda aqui, como uma segunda casa. Um local onde eles possam trazer seus filhos para aprender”, continua.

“Nós estamos em busca de um professor e de auxílio do Poder Público, para voltar a oferecer os cursos de dança, quem sabe realizar as invernadas. É um anseio que a comunidade tradicionalista tem, os pais ficam admirados da beleza que é seus filhos dançando e levando a diante as tradições. Acreditamos que para janeiro já será possível oferecer para as crianças as aulas de dança”, finaliza.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.