Essa matéria é exclusiva para assinantes do jornal digital.

Já sou assinante do jornal digital!

InícioMunicípiosArvorezinhaRecurso da cobrança de ingressos da Femate não será mais investido em...

Recurso da cobrança de ingressos da Femate não será mais investido em Chimarrodrómo

Entidade e Administração Municipal investirão recurso em calçadas e fechamento do Parque de Eventos  

Após quase três anos da realização da 9ª Femate em Arvorezinha, os prometidos investimentos no Parque Municipal de Eventos, com os recursos oriundos da cobrança de ingressos da feira, parecem estar começando a dar o ar da graça. Na noite da terça-feira, 27, a diretoria da Femate esteve reunida para tratar do assunto. Participaram também o prefeito Jaime Borsatto, a secretária de Cultura Gesmari Zen e o secretário de Agricultura Eleandro Guarda.

De acordo com o presidente da feira, Claudir Fachinetto, o valor arrecadado será investido conforme o prometido. “Usaremos o montante para melhorias na infraestrutura do parque. Tínhamos definido que construiríamos um chimarródromo, mas em conversa com o Poder Público combinamos que vamos unir esforços e buscar emendas parlamentares para a sua construção, com a ajuda também dos vereadores”, iniciou Fachinetto.

“Temos uma comissão formada que vai trabalhar nesses investimentos junto ao Poder Público e pessoas da comunidade, mas a princípio pensamos em começar arrumando a frente do parque, incluindo a calçada, fazer fechamento com colunas, enfim, um espaço que fique bonito para Arvorezinha, que merece um Parque de Eventos decente, onde as pessoas consigam ir lá, sentar, caminhar, conversar, e ter lazer”, frisou ao acrescentar: “Tivemos ainda alguns problemas na 9ª Femate referentes à energia elétrica, água, enfim, são alguns pontos negativos que buscaremos melhorar para a próxima feira”.

A comissão que acompanhará as obras é constituída por membros da Femate e da Administração Municipal. São elas: Claudete Baccon, Carmen Gehlen, Gesmari Zen, Claudir Fachinetto, Eleandro Guarda dos Santos, Luis Eduardo Gehlen, Silvio Grápegio e Valdacir Bresciani. “Investiremos no parque o valor dos ingressos da 9ª Femate, mas se precisar de mais recursos estaremos à disposição para buscar. Depois da pandemia tudo aumentou muito, por isso buscaremos realizar vários orçamentos, afinal trata-se de dinheiro público, o qual vamos investir corretamente”, destacou Fachinetto.

 

10ª Femate

Sobre a realização da 10ª Femate, Fachinetto ressalta: “Se as coisas continuarem caminhando neste ritmo em relação à pandemia, a Femate em 2022 vai acontecer. De uma forma ou de outra nós temos que construir ela, a não ser que surja algum contratempo como na última, onde fomos criticados porque não realizamos a feira por causa da Covid-19, mas acredito que tomamos uma decisão acertada”, disse. “No momento em que se encaminharem as melhorias no parque, e após a realização do Natal no Morro, começaremos a trabalhar na próxima edição da feira”, revelou.

Sobre a cobrança de ingressos na próxima edição, ele pontua: “Não sei se haverá cobrança. É uma decisão que não é do presidente, mas tomada pelo grupo que vai fazer a Femate acontecer”, salientou ao encerrar: “Nossa secretária de Cultura, Gesmari, secretário de Agricultura Eleandro e também o prefeito estão bem empenhados para que as coisas fluam. Agora estamos esperando um representante do Legislativo para que tenhamos também a diretoria constituída com todos os membros, e que possamos fazer a próxima Femate ser um sucesso, assim como as anteriores”, concluiu.

A secretária de Cultura, Gesmari Zen, também explanou sobre os investimentos no parque. “Após vários encontros, manifestações de opiniões e debates do que realmente era importante para a comunidade arvorezinhense, prevaleceu o senso de coletividade. Juntos somos mais fortes e podemos mudar a realidade, esse foi o consenso considerando que o Parque Municipal de Eventos é um espaço urbano que precisa de melhorias não só para realização de eventos, mas principalmente porque pode trazer qualidade de vida à população, por proporcionar interações e troca de ideias, por meio do encontro de pessoas, contato com a natureza, poder fazer caminhadas com segurança, tomar chimarrão, atividades que dentre tantas, fazem parte do nosso cotidiano e precisam ser incentivadas”, considerou.

Secretária de Cultura e Turismo Gesmari Zen

Presidente da Femate Claudir Marim Fachinetto

 

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.