Essa matéria é exclusiva para assinantes do jornal digital.

Já sou assinante do jornal digital!

InícioDestaqueTi...Ti...Ti....

Ti…Ti…Ti….

 

 

Conformismo e falta de informação

Por mais que os veículos de comunicação da região se esforcem para jogar luz sobre a situação da concessão dos pedágios e das perdas que isso representa para a região, especialmente para a região alta, não há uma reação das lideranças e da população à altura da necessidade que o problema exige. É um misto de conformismo e falta de informação desesperador, que expõe literalmente os nossos pontos fracos em termos regionais. A sensação é de que, por mais que se fale sobre o problema, simplesmente a informação não entra em algumas cabeças. E as tentativas de impedir a homologação do edital e a concretização da concessão seguem sendo tentadas, porém, de forma isolada e fraca. Faltam menos de 30 dias para a homologação, e se não cairmos na real, não arregaçarmos as mangas, pagaremos o preço pela incompetência e inércia coletiva.

E o PIT prefeito?

Com a divulgação dos índices de retorno do ICMS, vem à tona mais uma vez a importância da implementação do PIT. Mas se perguntar sobre o programa para muitos da região, sequer saberão do que se trata. Imagina se saberão como está o andamento? PIT é o Programa de Integração Tributária com base em Ações de Mútua Colaboração entre Estado e Municípios, instituído pela Lei nº 12.868/07, e tem como objetivo incentivar e avaliar as ações municipais de interesse mútuo dos Municípios e do Estado para o crescimento da arrecadação do ICMS. Cada ação realizada dentro do programa contabiliza pontos para a ampliação da arrecadação.

Drogas

A pesar de todo o contexto e de todo o apelo realizado pela Polícia Civil sobre a importância de realizar ações e campanhas educativas sobre a situação das drogas, são poucos os municípios da região que têm se mobilizado neste sentido. O que estaria faltando. Em Arvorezinha, o problema é seríssimo, porém até o momento não se visualiza nenhuma ação por parte da Assistência Social, Saúde ou Educação no sentido de conscientizar e orientar a população.

Convenções a mil

A hora de cair do cavalo chegou. Até as convenções eleitorais todos os sonhos, conchavos, combinados, acertos e afins são possíveis, mas agora é a hora do preto no branco. De passar na convenção. E aí, muitas candidaturas vão caindo por terra, antes mesmo de enfrentar as urnas. É o que aconteceu com Gabriel Souza, do MDB, que apesar do sonho de imitar Sartori e Rigotto, vai ser vice de Leite, por uma questão de conveniência eleitoral e para que seu partido garanta o quinhão no fundo eleitoral. Já que cúpula nacional ameaçou os gaúchos com a possibilidade de fechar as torneiras dos recursos.

Fundo mil e uma utilidades

O Fundo Eleitoral de Campanha tem mesmo mil e uma utilidades. Engana-se quem pensa inocentemente que o dinheiro só será gasto para arcar com as despesas de campanha. Este dinheiro tem o poder de decidir o futuro das eleições no Brasil, determinando apoios, coligações, candidaturas ou não candidaturas. A forma como estes recursos estão sendo utilizados é abominável, é escandaloso. O eleitor precisa estar mais atento a isso.

Início do período eleitoral

No dia 16 de agosto inicia oficialmente o período eleitoral, com autorização para a realização da campanha propriamente dita. As publicidades eleitorais iniciam no dia 26 de agosto e vão até o dia 29 de setembro. Apenas 30 dias para que o eleitor possa conhecer um pouco melhor seus representantes. Direto ao ponto. Para os políticos, quanto mais curto o período eleitoral melhor, menos tempo para dar explicação e para gastar. Desse jeito, fica muito mais fácil levar no bico.

Biblioteca ou Casa do Artesão?

O que será que representa mais retorno para o município de Anta Gorda? O que você pensa cidadão antagordense? É mais importante dispor da Casa do Artesão funcionando na praça, ou de uma biblioteca de fácil acesso, que disponha de ações integrativas e estímulo a leitura para as crianças que frequentam a praça? O que é mais relevante na sua opinião? Ou é melhor mesmo deixar o espaço da biblioteca fechado?

Cabo eleitoral revoltado  

Em uma festa de aniversário de um ex-prefeito, um cidadão revoltado com as promessas políticas, que aguardava ser contratado, partiu pra cima do vice-prefeito de uma cidade da região, os convidados precisaram segurá-lo para a festa não acabar em briga.

Insatisfeitos 

Algumas categorias do funcionalismo público municipal de Putinga estão insatisfeitas com o valor que estão recebendo, a informação extraoficial é de que o projeto de lei da Reforma Administrativa deverá ser enviado para a Câmara de Vereadores só em dezembro, para ser vigente apenas em 2023. Enquanto isso, nos últimos dias dois operadores e um motorista pediram afastamento. A Administração Pública Municipal não faz nada sem os servidores.

Desvio de função  

Um funcionário público de Putinga, que seria proprietário de uma empresa contratada para realizar o transporte escolar, estaria dirigindo seu veículo no horário de expediente. Estaria ele recebendo como servidor e pelo transporte terceirizado?

Entender e ter paciência  

O vereador Cassiano Spinelli (MDB), no uso da tribuna, pediu para a população ter paciência e entender a situação da ERS-432, que o Daer estaria assumindo a manutenção da rodovia. Será que essa manifestação é para que as pessoas não se revoltem com o ex-secretário de Obras e pré-candidato a deputado Juvir Costela e com o pré-candidato a governador Eduardo Leite? É inadmissível um representante do povo pedir para que o povo entenda e tenha paciência enfrentando rodovias como a ERS-435 e a ERS-332, quando deveria ser o primeiro a enfrentar as autoridades e exigir a manutenção das vias.

Em clima de festa  

Na véspera da Femate, o clima em Arvorezinha é cada um por si e Deus por todos. Nesta semana, o vereador Clóvis Roman votou contra o projeto de lei que autoriza o repasse de R$350 mil dos recursos livres para a realização da Festa, justificando que o município tem outras prioridades e que a realização da festa precisa de recursos de projetos culturais e patrocínios. Roman diz não conseguir compreender porque, apesar de a diretoria da Femate estar à frente da entidade por mais de quatro anos, decidiram deixar para encaminhar o projeto cultural dois meses antes do evento, sabendo que o prazo mínimo para a tramitação na LIC é de três meses.

Presidente da 11ª Femate 

O presidente da Acisar, Fabiano Basso, quer divulgar no dia 11 de setembro o nome do presidente da próxima Femate. Basso não compactua com a ideia de justificar que não deu tempo e que a próxima será melhor organizada.  Afinal, são mais de 20 anos com a mesma desculpa.

Sindicâncias 

O uso dos veículos públicos para participar de um evento político foi denunciado pelo vereador Clóvis re deverá repercutir nos bastidores da política local. Duas sindicâncias para apurar as responsabilidades devem ser feitas, outra situação é como fica a coligação e como ficará o PSDB. Todos os envolvidos são da mesma sigla denunciados e denunciante.

Pediu ou não pediu

Ainda, anda pela cidade a informação de que a secretária de Educação de Arvorezinha teria pedido ressarcimento das despesas que teve no evento do seu partido em Porto Alegre no domingo. A conta ainda não foi paga, porém, parece que o pedido está na mesa da Secretaria de Administração. Imagina-se que a informação não pode ser verídica, uma vez que seria um escracho com o dinheiro público.

Vale a pena ver

O brilho nos olhos das crianças e adolescentes de Itapuca no evento de intercâmbio cultural com a Argentina. Foi emocionante o empenho de cada um para cantar, tocar e dançar. Para apresentar seus trabalhos e para assistir o trabalho do grupo que veio de fora. Foi mesmo lindo!

Intercâmbio em Nova Alvorada

Devido às experiências passadas, o município de Nova Alvorada não perde a oportunidade de trazer para a cidade grupos folclóricos do exterior. Nesta semana a iniciativa mais uma vez foi ímpar e deixará marcas muito importantes na comunidade local. Entre as mensagens mais importantes estão o respeito à diversidade, o espírito de irmandade entre as pessoas e povos, a necessidade da superação das diferenças, do respeito e das construções conjuntas. Tanto o grupo da Argentina El Trebol, como o da Catalunya Esbart Manboleny, são oriundos de pequenas cidades, existem há mais de 40 anos e já viajaram o mundo todo para divulgar suas tradições, folclore e arte. A defesa que fizeram sobre a importância da identidade cultural, de as pessoas saberem quem de fato são, conhecerem suas origens, história e passado, foi surpreendente. Ficou claro que os nossos CTG’s precisam ser muito mais valorizados, que a nossa juventude e a comunidade precisa estar engajada ao tradicionalismo, para manter vivos os seus valores e a sua força.

Trem dos Vales

No próximo sábado, o governador Ranolfo Vieira Junior e muitos outros candidatos, assessores, puxa-sacos e etc… estarão no passeio de retomada do Trem dos Vales. A ideia é divulgar a volta da atração turística. Se no estado tivesse algum grupo extremista, com a paciência esgotada com tanta enrolação, este seria o momento. Afinal, pelo jeito que vai a ERS-332, vai nos restar pegar o trem. Mas como somos o povo da santa paciência, apenas aplaudiremos as autoridades pela brilhante iniciativa.

 

 

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.