Essa matéria é exclusiva para assinantes do jornal digital.

Já sou assinante do jornal digital!

InícioDestaqueVereador cobra investimentos da Corsan no município

Vereador cobra investimentos da Corsan no município

Para o vereador o principal motivo para os problemas do abastecimento de água é a falta de investimento da companhia

A população de Fontoura Xavier vem enfrentando há algum tempo problemas com o abastecimento de água na zona urbana, que é de responsabilidade da Corsan.

Vários são os fatores que levam a esse desabastecimento, desde a estiagem dos últimos dois anos, problemas nos equipamentos, e a falta de investimentos.

Para o vereador Algemiro Pinheiro de Oliveira, o principal motivo é a falta de investimentos da companhia no município. “Antes de tudo quero ressaltar a história que a Corsan tem aqui em Fontoura Xavier. Ela está aqui há mais de 40 anos, participou do desenvolvimento de nosso município. O que acontece atualmente, com esses problemas de falta de água constante, é resultado da falta de investimentos pela companhia em nosso município. O último investimento considerável foi a instalação do poço do Carrapicho, que resolveu o problema sério de falta de água na Vila Assis. Isso foi feito após muita luta e pressão junto a diretoria geral em Porto Alegre”.

Porém, o vereador salienta que os equipamentos estão obsoletos e precisam ser substituídos. “Mas veja, muitos equipamentos aqui da cidade estão com sérios problemas de funcionamento. A Estação de Tratamento de Água (ETA) ao longo desses anos mudou pouco, precisa ser ampliada e modernizada, juntamente com os reservatórios. A barragem precisa ser desassoreada e se possível ampliada, a rede adutora acho que ainda é do tempo instalação da barragem. Precisamos aumentar a capacidade de captação, tratamento, reserva e distribuição da água para nossa cidade. O número de consumidores aumentou muito, a cidade cresceu, e os investimentos não aumentaram na mesma proporção do crescimento da população”.

Ele complementa: “Temos algumas localidades contínuas ao perímetro urbano, como Vila Tana e Canga Quebrada, que também teriam que ser abastecidas e tem previsão no contrato, mas o contrato não está sendo cumprido”.

Denúncia ao MP

Segundo o vereador, o Município e a Corsan assinaram um contrato em 2014 que previa a prestação de serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário, mas que o contrato não está sendo cumprido integralmente pela companhia. “O contrato assinado previa o abastecimento de água e esgotamento sanitário na área urbana e áreas contínuas, este contrato é por 25 anos. Perceba que além do abastecimento de água, a Corsan tem a responsabilidade do esgoto da cidade. Temos problemas no tratamento de água, e também na questão do destino final do esgoto. Passados sete anos da assinatura do contrato, a parte do esgotamento sanitário ainda nem se iniciou”.

Ele continua: “O Município investiu com recursos próprios e da Funasa, mais de R$ 2,5 milhões nas redes de esgoto e estação de tratamento, isto em 2011/2012. Atualmente, o sistema está sem funcionar. Muitos equipamentos estão se deteriorando e alguns foram até furtados”.

Por esse motivo, o vereador afirma que o Poder Executivo pode tomar algumas providências. “Existem obrigações e direitos estabelecidos neste contrato. Então há um descumprimento claro do contrato por parte da Corsan. A parte legitima para qualquer ação mais firme é o Poder Executivo. Muitas coisas estão sendo descumpridas, como Vereador e qualquer cidadão usuário do sistema pode reclamar junto a Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos Delegados do Rio Grande do Sul (AGERGS), e também se pode denunciar ao Ministério Público para que a companhia cumpra o contrato”.

O vereador afirma também que a Câmara de Vereadores deverá agir nessa questão. “A Câmara de Vereadores pode ajudar, e vamos cobrar os investimentos e mais consideração com o povo fontourense. Tenho vários ofícios, desde 2013, solicitando melhorias e investimentos por parte da Corsan”.

Funcionários

Oliveira faz questão de salientar o trabalho exemplar desenvolvido pelos funcionários da Corsan no município. “Quero ressaltar o comprometimento e trabalho exemplar dos funcionários da Corsan lotados em nosso município. Trabalham dia e noite, muitas vezes sem muitas condições para garantir o abastecimento de água para nossa população. Seja consertando canos quebrados, abrindo manualmente valetas, tirando leitura. Acredito que se não fossem eles a situação poderia ser mais difícil”.

O que diz a Corsan

O gerente da Corsan em Arvorezinha e Fontoura Xavier, Everton Gugel, contesta as afirmações do vereador. “Para as comunidades de Linha Tana e Canga Quebrada não temos nada em contrato que tenhamos que atender, essa foi uma solicitação do Município que a Corsan já retornou para o município, até porque essas comunidades são rurais. Nessas comunidades a Corsan deu opção de perfurar poços e entregar ao município através da Secretaria de Obras do Estado”.

Quanto aos investimentos, o gerente afirma que de 2014 até agora vários foram feitos no município. “De 2014 para cá temos os seguintes investimentos: reservatório e base elevados na Vila Assis, poço na ponte da Tijela, poços que não deram água, conservação da ETA. Ainda, foi feita uma pequena dragagem na barragem, a qual já está prevista nova dragagem, já tem contrato, só estamos dependendo da área para pôr o lodo, mas já está bem encaminhado à situação da área”.

Gerente da Corsan fala que empresa está cumprindo o contrato

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.