Produtor aposta no cultivo de morango semi-hidropônico

0
128

Dilermano Scariot é o primeiro agricultor de Camargo a apostar na cultura

Camargo terá, a partir do próximo ano, um produtor de morangos. Dilermano e Cassiane Scariot, da comunidade de Alto Alegre são os primeiros agricultores a investir na cultura no município.
Scariot que atualmente trabalho com grão, aves e leite, atividades que demandam trabalho e pouca margem de lucro, resolveu apostar nos morangos e já iniciou as obras da estufa. “A produção será num sistema semi-hidropônico, de bancada, é um sistema que já faz certo tempo que produz, que é muito melhor do que o sistema direto no solo, dá menos doença e a necessidade de tratamento é menor”, ressalta.
A previsão de plantio inicial é de sete mil pés. “Nosso objetivo é iniciar o plantio nos meses de maio e junho e depois disso, demora uns quatro meses para começar colher. Estamos com boas expectativas, pois é uma coisa nova aqui no nosso município, vamos suprir essa lacuna que está vazia”, conta, ressaltando que as mudas dos morangos virão do Chile e vendidas no comércio local e regional.
A nova atividade da propriedade da família Scariot, surgiu com a assistência do escritório municipal da Emater. “Ele queria iniciar outra atividade que pudesse agregar valor ao produto. Apresentamos diversas opções, como agroindústria de laticínios, conservas, pacificados e outras, até que chegamos ao ponto do cultivo do morango. Levei eles pra conhecerem mais a atividade e conversar com produtores que já estão nesse ramo a anos em Davi Canabarro”, frisa a técnica da Emater, Carine Schlosser, ressaltando que a Emater sempre esteve envolvida com a família.
Além de apresentar a atividade e sua produtividade para a família, a Emater auxiliou na busca de orçamentos e fornecedores para a construção da estufa. “Depois de acertado como iria ser construída a estufa e sua capacidade, fiz o projeto técnico de viabilidade para conseguir o financiamento via Pronaf, feito pela agência do Sicredi”, disse.
No próximo ano, Dilermano e Cassiane vão a Teutônia, fazer um curso de produção de morangos em substrato, no centro de treinamentos da Emater.
A terraplanagem na área de terras em que será construída a estufa para o cultivo do morango foi realizada pela Administração Municipal, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente. “É uma forma de incentivar que os nossos produtores permanecem no interior, produzam e desenvolvam a sua propriedade. Com o plantio de morango será a quarta atividade da família, isso é muito importante para o município”, ressaltou o secretário Fernando Miri, que esteve acompanhando os trabalhos na última semana.

Morangos serão produzidos em sistema semi-hidropônico

Deixe seu comentário