Carga inédita de soja dos Estados Unidos deve chegar ao Brasil até início de dezembro

529

Navio com 38 mil toneladas será descarregado no Porto de Paranaguá (PR); para consultor novas compras da soja americana devem acontecer

 

Em um movimento atípico para o mercado de soja brasileiro, o Porto de Paranaguá (PR) deverá receber o primeiro grande volume de soja proveniente dos Estados Unidos. As 38 mil toneladas do grão devem ser descarregadas no porto entre a última semana de novembro e a primeira de dezembro. A informação foi confirmada nesta quarta-feira, 4, pelo diretor-presidente da Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina (Appa), Luiz Fernando Garcia da Silva.

“Essa é uma importação diferente. Ainda não tivemos registro na história de volumes tão expressivos com destino a Paranaguá”, diz Silva. Segundo ele, o cenário de isenção de tarifas e de falta do produto no mercado interno podem ter motivado as compras, que não serão recorrentes. “Acredito que essa importação não é um início de um movimento consolidado pela soja norte-americana. Pode acontecer até mais uma vez, mas será de forma pontual”, complementa.

Para Vlamir Brandalizze, consultor de mercado da Brandalizze Consulting, a indústria brasileira de soja sente os efeitos dos preços elevados no mercado interno, e, por isso, está buscando novas alternativas. “Em países vizinhos, como o Paraguai, não há mais soja disponível, e no mercado doméstico o pouco que tem está com um valor muito acima do mercado”.

De acordo com Brandalizze, a soja americana está mais competitiva para o produtor, que deve efetuar novas compras nos próximos meses. “A soja importada dos Estados Unidos chegaria hoje ao Porto de Paranaguá no valor de R$ 160, muito abaixo do que está sendo praticado pela indústria, que está na faixa de R$ 170. Essas importações dão suporte para a indústria ter uma escala melhor para trabalhar no início de 2021”, complementa.

A falta da soja no mercado interno teve forte impacto nas importações em 2020. De janeiro  a outubro deste ano, o Brasil comprou mais de 625 mil toneladas de soja em grão, de acordo com o Ministério da Economia. O volume representa uma alta de 400% em relação às 125,196 mil toneladas adquiridas em igual período de 2019.

 

Fonte: Canal Rural

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome