Essa matéria é exclusiva para assinantes.

Já sou assinante!

InícioDestaqueDelegada confirma suspeita de que há mandante e o crime pode ter...

Delegada confirma suspeita de que há mandante e o crime pode ter motivações políticas

Em função da gravidade e das circunstâncias que envolvem o assalto ocorrido em Putinga, a Delegada Regional Fabiane Bitencourt assumiu o caso

                                                             

O assalto ocorrido na casa do ex-prefeito e empresário Valdir Possebon na sexta-feira, dia 11 de junho, é cercado de mistérios. Dois assaltantes que foram presos na cidade de Encantado durante a fuga, poucas horas após terem cometido o crime, conduzindo o veículo Honda Fit Vermelho, pertencente a esposa de Possebon, são moradores da cidade de Novo Hamburgo, e foram capturados graças a ação rápida da Brigada Militar.

Na noite do crime, os assaltantes teriam invadido a residência onde encontrava-se apenas a esposa do empresário, a qual recebeu diversas ameaças e um intenso questionamento sobre o paradeiro do marido. Além de recolherem dinheiro e objetos de valor, os assaltantes teriam permanecido na residência por mais de uma hora a espera do empresário, quando obrigaram a esposa a ligar para ele por diversas vezes, porém sem sucesso, pois este estaria em uma região onde os telefones não funcionam direito. Algumas vezes ele chegou a atender as ligações, mas não conseguia ouvir o que era falado ou a ligação caia. O fato de o empresário demorar para voltar, fez os assaltantes desconfiarem de que poderiam ser surpreendidos por uma ação policial, tendo desistido de aguardar e fugido levando o carro da vítima.

Tão logo a esposa se viu liberta, ligou para o filho de Valdir, que imediatamente acionou contatos e postou áudios em grupos de WhatsApp, informando pessoas de toda a região e a polícia, que prontamente agiu, acionando o seu sistema de videomonitoramento e inteligência, o que permitiu a captura dos assaltantes no acesso ao trevo de Encantado, poucas horas após o crime ter sido cometido.

Detidos, os assaltantes foram ouvidos e informaram que apenas se manifestarão em juízo.

Armas, munições e dinheiro foram apreendidos com os assaltantes

Delegada Regional assumiu o caso

Atenta aos fatos, a Delegada Regional de Polícia, Fabiane Bitencourt, está à frente das investigações.  “Nestes casos mais graves, buscamos acompanhar de perto as investigações. Temos prazo até o final desta semana para a remessa do inquérito em razão de que existem dois indivíduos presos”, revelou Fabiana, afirmando o indiciamento de ambos por roubo, e também o registrado do crime como flagrante.

Segundo Fabiana, apesar da prisão, a polícia pretende seguir com a investigação e dar total atenção a este fato, por entender que este crime contou com a participação de mais pessoas além dos dois indivíduos que foram presos. “Já temos muitos elementos bastante concretos que indicam que mais indivíduos tenham participado desta ação, então, estamos mobilizando toda a nossa estrutura de inteligência e investigação para apurar isso. Precisamos esclarecer quem é o mandante, se existe este mandante e se ele é ali de Putinga mesmo, pois alguém forneceu as informações para que estes indivíduos chegassem até o alvo”, afirmou a Delegada, duvidando de que os indivíduos teriam saído de Novo Hamburgo a esmo, para cometer um assalto justo na casa do empresário.

“Também precisamos esclarecer porque queriam encontrá-lo e qual era o objetivo real da ação, se era apenas intimidar ou cometer quem sabe um crime mais grave. Não restam dúvidas de que houve participação intelectual neste crime, basta saber quem foi, mas estamos muito perto”, garantiu Fabiana, que já é reconhecida na região pela seriedade no trabalho que desenvolve.

Motivação Política

Uma das linhas de investigação mais fortes com que a Polícia está trabalhando é de que o crime possa ter sido cometido por motivações políticas, uma vez que Possebon já foi candidato a prefeito.

“Ficou muito claro que os autores queriam encontrar o empresário, queriam contato com ele. O que queriam e porque queriam, a gente vai levantar, é questão de poucos dias, temos mais prazo e vamos investigar”, garantiu Fabiana.

Mais informações sobre os antecedentes dos assaltantes, vínculos com facção criminosa ou outros dados referentes aos autores do fato, Fabiana preferiu não esclarecer.

Investigação

 Pelas câmeras de segurança instaladas na cidade é possível perceber que o veículo dos assaltantes rondava a casa do empresário e percorria rotas de fuga há diversos dias. O que confirma que o crime foi planejado. Há possibilidade de mais um veículo ter participado, dando apoio a operação.

A fuga

A conclusão inicial é de que os assaltantes tentaram despistar a Polícia na fuga, tendo passado em frente à Brigada Militar e fugido em direção a Relvado. Porém, em uma altura do caminho voltaram para a RS 332 confiantes de que não seriam interceptados.

Durante a prisão foram apreendidos os celulares dos assaltantes, além de armas usadas no crime. Tudo deverá ser usado como base para a investigação.

Veículo da vítima foi recuperado durante a prisão em Encantado

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.