Essa matéria é exclusiva para assinantes do jornal digital.

Já sou assinante do jornal digital!

InícioDestaqueErvateiros conhecem o projeto da Turismate Digital

Ervateiros conhecem o projeto da Turismate Digital

AA Erva-Mate apresenta a feira digital para ervateiros como opção para realização do evento devido à pandemia

Na sexta-feira, 27 de agosto, a Associação dos Amigos da Erva-Mate (AA Erva-Mate) reuniu os ervateiros de Ilópolis na Câmara de Vereadores de Ilópolis para apresentar a Turismate Digital, que será realizada em novembro.

O presidente da AA Erva-Mate Clóvis Roman e a empresária Ariana Maia explicaram aos presentes como será a organização da feira. “Então, devido à pandemia, ainda não é possível realizar a Turismate presencial, mas não queríamos deixar de realizar, afinal essa é uma feira muito importante para o setor ervateiro mostrar as suas potencialidades. Procuramos a Administração Municipal e apresentamos o nosso projeto, que recebeu apoio e assim decidimos realizar. Quem está organizando é a associação, a ideia toda é a gente desvincular cada vez mais do Poder Público para que o próprio setor comece a fazer suas ações e se interessar também pelas questões que estão acontecendo”, contou Ariana.

Ele continuou: “Utilizaremos uma plataforma e realizaremos de forma digital congressos, palestras, atrações culturais, negócios e gastronomia, ou seja, o que acontecia presencialmente vai ser transportada para o computador. E vejam que dessa forma poderemos alcançar um público ainda maior, além das fronteiras”.

Modelo híbrido

A Turismate será realizada de 11 a 14 de novembro, e segundo Ariana terá um modelo híbrido. “A nossa feira será digital, mas algumas coisas irão acontecer presencialmente, como as oficinas de gastronomia, também algum show poderá ser realizado para um número menor de pessoas. Essas atividades presenciais serão realizadas no Lago Verde, que é um espaço de eventos e já tem estrutura”.

Capacitação

Por ser um formato novo e nem todos os empreendedores terem conhecimento dessa tecnologia, será necessária uma capacitação. Roman, fala como será essa capacitação. “Para atender bem na plataforma, o setor precisa estar preparado para atender aos clientes e será fornecido treinamento pelo Sebrae”.

Ele completa: “Precisamos nos adaptar a essa nova realidade, a tecnologia está aí e precisa ser utilizada. Vejo que não tem como voltar atrás, esse formato híbrido provavelmente vai continuar nas próximas edições, pois assim alcançamos um público muito maior e divulgamos o nosso produto para o mundo”.

Inovação

O prefeito Edmar Pedro Rovadoschi falou sobre a feira e ressaltou o pioneirismo demonstrado na realização do evento. “É importante ressaltar que o turismo anda lado a lado com o mundo digital. Esta é a primeira feira realizada de forma online. É uma inovação para o município de Ilópolis e toda a região”, explana o prefeito.

 

Identificação Geográfica da erva-mate

Desde o primeiro mandato, a Administração de Rovadoschi e Fernando Dapont vem trabalhando no projeto da Identificação Geográfica da Erva-mate (IG). O prefeito conta que enfrentaram muitas dificuldades, mas que tudo o que é necessário foi e está sendo feito. “Na verdade, começamos trabalhar para implantar a IG no outro mandato, outras Administrações já vinham tentado fazer e nós trabalhamos mais forte. No começo eu e o secretário da Agricultura Jurandir José Marques tivemos uma decepção, lembro que um dia a gente voltou de Porto Alegre e o Jurandir quase nem falou a estrada inteira pela decepção que a gente teve”.

Ele segue: “Na época não havia nenhum trabalho para que isso acontecesse, então o Jurandir começou um trabalho muito sério na Secretaria, com cursos de boas práticas, aquele certificado da Sema, além de outros cursos e ações para a gente conseguir a IG”.

Rovadoschi afirma que agora foi firmada uma parceria entre Ibramate e Emater para desenvolver o projeto. “Nós sempre conversamos com o Ibramate e a Emater para que esse projeto saísse do papel, então agora, com essa parceria, em 2022 o município vai ter 16 cursos de boas práticas. Podemos dizer que estamos conseguindo preparar os nossos produtores e as nossas ervateiras para esse projeto”.

Extensão do projeto

No entendimento de Rovadoschi é importante levar a IG para toda a região. Por isso, ele, o secretário e o presidente da AA Erva-Mate estão visitando os municípios para apresentar o projeto. “A IG não é só para Ilópolis, entendemos que precisa se estender para toda a região. Então, estamos visitando os municípios para que eles também abracem essa causa, assim todos vamos ganhar”.

De acordo com o prefeito, essa visita é para apresentar o projeto, mas vai ser realizada uma reunião em parceria com o Sebrae, onde será repassado para os gestores e produtores o que é o IG. “Vamos reunir os produtores e o Sebrae vai explicar para eles o que é a IG, quais os benefícios, para que não só os produtores, mas os gestores e toda a população entendam, pois a região precisa ter esse crescimento junto”.

A intenção com o projeto é qualificar o produto e mostrar que a região tem uma erva-mate diferenciada. “Depois de implantar a IG deveremos continuar nos qualificando, e para isso o Centro Vocacional será fundamental, com os cursos e capacitações. Nosso intuito é mostrar que a nossa erva-mate tem qualidade. E ficamos muito felizes porque os prefeitos que visitamos abraçaram a causa, e estão preocupados com o futuro da erva-mate”.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.