Essa matéria é exclusiva para assinantes.

Já sou assinante!

InícioDestaqueTi... Ti... Ti...

Ti… Ti… Ti…

500 mil mortes

Que número é assombroso não tem dúvidas! E como sempre, o discurso e a forma como se usam os dados podem fazer toda a diferença. Por conta do discurso negacionista e da postura irresponsável, Bolsonaro leva quem sabe até a culpa que não merece. Afinal, uma parte dos mortos pela Covid-19 teria morrido de qualquer outra doença neste período, por que já se achavam em dificuldades, mas como agora não é possível calcular isso e o período é pré-eleitoral… salve-se quem puder.

 

Tchau Salles!

Entre o charlatanismo, a corrupção, a necessidade de flexibilização e o fanatismo. O tema meio ambiente é polêmico e sempre dividiu opiniões. De um lado os que defendem políticas duras de preservação, de outro os que defendem certa flexibilização para viabilizar o empreendedorismo, e entre tudo isso os interesses.  O caso do Ministro Ricardo Salles chocou o Brasil, com discurso liberal e defendendo a flexibilização, mostrou-se um corrupto interesseiro de alto quilate, preocupado apenas em defender os próprios interesses bilionários a frente do Ministério. Sua total falta de escrúpulos deixa o Brasil mais uma vez com a sensação de descrédito com relação a uma política séria e viável na área ambiental. Mandam e prevalecem os interesses. O antiministro foi tarde.

 

Corrupção à vista

Bolsonaro se elegeu colocando força no discurso anticorrupção. Mas aos poucos os fatos vêm mostrando que talvez a teoria não condiz com a prática. Com relação ao envolvimento de Flavio Bolsonaro com esquemas de corrupção e o fato de seu patrimônio não ser condizente com sua renda, o pai, deu um jeito de remover até o Ministro da Justiça para abafar o caso. Agora recentemente, mais suspeitas recaem sobre o Ministério do Meio Ambiente e da Saúde. A última e mais recente suspeita é de superfaturamento na compra da vacina Covaxin, da Índia, a qual teria um superfaturamento de 1.000% em um contrato de R$ 1.6 bilhões de reais. Se o caso se confirmar terá alto poder destrutivo dentro das estruturas governamentais.

 

Mais atenção

A população local precisa ficar mais atenda a forma como os recursos públicos são investidos na região e cobrar das autoridades uma posição.

 

Falta articulação e visão

Em Arvorezinha, dia 24 de junho é feriado e dia do padroeiro. Com a pandemia, a tradicional festa foi, mais uma vez, suprimida por uma programação bem simples. As festas juninas são uma tradição em toda a região. Porém, ninguém se ligou em aproveitar a data melhor comercialmente. Em Arvorezinha restaurantes fechados e zero atrações. Na mesma linha de sempre, do muito se fala e pouco se faz. De nada adianta pensar em turismo, em uma grande oportunidade com o Cristo de Encantado, se pouco se faz em termos de empreendedorismo.

 

Perspectivas

Estima-se que quando a atração do Cristo de Encantado estiver pronta, mais de 50 mil turistas por mês visitarão a região. E a pergunta é como a região vai atender a toda essa gente com hospedagem, alimentação e atrativos? Quem está atento à necessidade de capacitar empreendedores e a mão de obra local?

A pandemia é sempre desculpa para tudo, mas não é mais aceitável que se fique de braços cruzados, pois o desenvolvimento vai atropelar os incautos, é hora de arregaçar as mangas e trabalhar de verdade. Não adianta ficar tendo ideias mirabolantes de construir mais estatuas, se na realidade não temos capacidade de atender a demanda que uma apenas poderá gerar.

 

Outro ponto

Outro aspecto que precisa ser levado em consideração pela região é sobre quem irá vender o turismo local? É preciso organizar urgentemente os contados com agências de viagens do centro do país, são elas as potenciais vendedoras do turismo local, mas se não conhecerem o potencial da região, se as rotas, roteiros e programações não estiverem devidamente organizadas, e se a região não estiver devidamente preparada para receber, não adianta brontolar sobre turismo coisa nenhuma.

 

Ficção x realidade

Quem ouve o prefeito Xico falar do asfalto até Itapuca pensa que a obra está na eminência de sair. E pela forma como se fala, seria todo o trecho asfaltado, e o sonho fica ainda mais colorido quando se pode pensar que esta obra seria bancada pelo programa “Pavimenta”, do Governo do Estado. Mas a realidade é que serão dois projetos pequenos, um de 2.4 mil metros e outro de 1.2 mil metros, cada um em uma ponta do trecho, para dar a ideia de que a  grande obra está sendo feita. Outra realidade é que o programa “Pavimenta” prevê liberar financiamentos para os municípios fazerem as obras, não será recurso a fundo perdido, como por exemplo, as emendas conquistadas pela administração anterior, para pavimentar o acesso até o Arossi.

 

Visão

O vereador Cirio Cigano tem mostrado posição na Câmara de Vereadores, tem cobrado atitudes do Executivo e demonstrado boa vontade em resolver os problemas e desafios. Com relação à polêmica da educação, ele questionou o motivo pelo qual o município ainda não tem um levantamento sobre a quantidade e quem são as crianças sem acesso à internet. O porque não se fez um programa para adquirir e distribuir tablets ou celulares para crianças que não dispõe destes equipamentos, para que possam fazer as aulas e atividades remotamente. Lembrando que o município tem que investir 25% dos recursos na educação e tem dinheiro em caixa para isso se precisar.

 

Danos ao patrimônio público

Em Nova Alvorada uma máquina da Secretaria de Agricultura amanheceu depredada. É um absurdo que as pessoas não se dão conta de que quebrar um patrimônio público é fazer um dano ao seu próprio patrimônio.

Máquinas paradas, em conserto ou quebradas geram gastos aos cofres públicos, ou seja, dinheiro que poderia ser investido em outras obras, agora precisa ser utilizado para repor vidros quebrados. Nada foi roubado, então seria apenas por vandalismo?

 

Quem tem amigos assim…

O grande desafio do prefeito Jaime Borsatto tem sido administrar a companheirada. Nesta semana o prefeito recebeu uma enxurrada de requerimentos de seus companheiros legisladores. Na sessão, os vereadores da situação reprovaram projeto do Executivo, enquanto os vereadores da oposição votaram favoravelmente ao Executivo. Já corre a especulação de que Jaime estaria a um passo de assinar ficha no PDT. Só que não.

 

Outro desafio 

Outro grande desafio de Jaime tem sido administrar os companheiros do PSDB. Divididos em duas alas, a do Clóvis e Sílvio x Luizinho e Ni, os tucanos além do conflito interno, parecem que não conseguem se harmonizar com Jaime e sua gestão. Jaime não tem conseguido articular com nenhum dos dois lados, ficando apenas mais próximo das secretarias da Educação e Cultura e do vereador Gilson Desengrini, do PSDB. Ainda, algumas alas do MDB também expressam forte descontentamento com o governo.

 

Eleição disputada

É o que está desenhado para acontecer em Putinga nos próximos dias. Na reta final da eleição a correria e ansiedade são grandiosas.

 

Embate

Na última sessão da Câmara de Vereadores de Fontoura Xavier, os ânimos se exaltaram entre os vereadores Bruno Batista Brum e Josiane Borges. Brum afirmou que Josiane, em seu pronunciamento na sessão anterior, diminuiu o seu trabalho. Já a vereadora respondeu que ela não precisa divulgar seu trabalho nas redes sociais, que ela faz pelo bem do povo e não para divulgação. O vereador argumentou que usa as redes sociais para estar próximo da população e que não são críticas que vão fazê-lo mudar.

 

Fontoura é o mais afetado

O município de Fontoura Xavier é o que tem se demostrado mais fragilizado pela pandemia nos últimos meses. Devido ao expressivo aumento nos casos, as aulas foram paralisadas novamente, a Administração faz turno único e uma série de medidas restritivas estão sendo adotadas. Porém, quando chega sexta-feira ninguém segura o povo nos bares e ruas da cidade. É incrível como falta bom senso.

 

Jovem no comando

O jovem vereador de Ilópolis, Mauricio Pinton, que está em seu primeiro mandato, vai assumir a presidência da Câmara de Vereadores. O vereador tem mostrado nesses meses que quer desempenhar um bom trabalho, ele está sempre buscando recursos para o município, mostrando ser um vereador muito atuante.

 

Data esperada

Em Itapuca não se fala em outra coisa, senão da audiência da ação de cassação que está marcada para acontecer no próximo dia 28 deste mês, no caso, na semana que vem. Muita coisa poderá ser desencadeada após esta audiência. O futuro político do município poderá ser traçado a partir do que acontecer nesta audiência.

 

Flavio se destaca

O secretário da Saúde Flavio Scorsatto tem se desdobrado no trabalho para atender a todos da melhor forma possível. Ele também tem buscado reduzir os ruídos da Administração e pacificar o clima em todo o cenário. Assume perfil conciliador e de fácil diálogo.

 

Zelickmann se destaca

O advogado Marlos Zelikmann tem se destacado muito, não apenas a nível de região, mas pela atuação que tem em diversos Estados do país e por estar à frente de um movimento dos advogados, para que as audiências de instrução voltem a ser presenciais. Zelickmann conquista respeito entre seus pares pela sua atuação, tanto em causas onde tem obtido êxito, como na defesa dos interesses da classe, que enfrenta sérias dificuldades em função das restrições ocasionadas pela pandemia.

 

Em busca de recursos

A prefeita de Camargo, Jeanice Fernandes, esteve em Porto Alegre buscando por recursos e parcerias, junto com a sua comitiva, que incluiu a secretária de Administração e o vereador Claudemir Lodi.

Além das reuniões em busca de recursos financeiros para o município a comitiva esteve debatendo sobre o direito de uso da água subterrânea, uma demanda em tramitação desde 2017. Uma melhoria muito grande para os produtores camarguenses.

Ti …Ti…Ti…Tem mais, mas na semana que vem.

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome

SIGA-NOS

42,064FãsCurtir
11,807SeguidoresSeguir
1,140InscritosInscrever

ÚLTIMAS

error: Alerta: Conteúdo protegido contra cópia. Utilize nossos botões de compartilhar.