Redução nas contas de energia elétrica anima agricultores

0
108
Vitorino e sua esposa analisam o valor das contas de outros meses e comparam com o atual

Desde outubro, a Cerfox apresentou aos produtores rurais uma diminuição de 27% nas contas de energia elétrica, a notícia tem animado produtores rurais

De um lado três aviários, de outro, duas moradias onde residem mais de oito pessoas. Um confinamento de gado, e galpões compõem a propriedade de seu Vitorino Dall’Agnol, que reside na Linha São José em Arvorezinha.

Para dar conta de uma propriedade como esta, é preciso enfrentar muitos desafios, o principal deles é encarar as despesas, entre elas, a energia elétrica.
Em outubro de 2018, a Companhia de Energia Elétrica de Fontoura Xavier (Cerfox) assinou o contrato de permissão com a Aneel e divulgou aos associados e consumidores uma redução de 27% no custo de energia elétrica.
Essa notícia tem animado quem mora e trabalha no interior. Seu Dall’Agnol, que mora desde criança no São José, explica que atualmente não é responsável pelo pagamento de energia elétrica. “É um dos meus filhos que paga atualmente, pois dividimos as tarefas mas de longe percebo como às vezes o valor oscila e faz toda a diferença”, diz.
No mês em que a conta baixa, o valor é utilizado em outros investimentos na própria propriedade. “É sempre bom quando dá menos né, mesmo que a gente não invista, a gente guarda aquele valor”, conta.
A conta de energia elétrica na propriedade varia entre R$1,5 mil à R$3 mil, dependendo do consumo de energia de cada mês. “Se é mais calor, gastamos mais nos aviários, senão é tranquilo”, diz seu Vitorino. Mesmo com a oscilação de valor, se analisar o gasto de consumo em relação ao valor, o agricultor percebe uma baixa na conta. “É satisfatório ver que baixou, já faz a diferença”.
Ao comentar sobre a importância da presença da Cerfox no interior ele diz que energia elétrica de qualidade é fundamental para a realização de suas atividades. “Sempre temos uma boa assistência, e aqui no interior é que acontecem grandes negócios que depois giram na economia da cidade. Por isso, a energia é tão importante para manter funcionando os aviários, os chiqueiros, os fornos de fumo, enfim, a vida no interior hoje depende disso, e com a diminuição no valor, nos sentimos valorizados”.

Dall’Agnol possui uma grande propriedade na Linha São José

Reduzir o preço da energia é valorizar o produtor

A direção da Cerfox tem clareza de que o preço da energia pago pelo produtor rural influencia diretamente nos resultados da produção primária. “Se o fornecimento da energia é precário e o preço é elevado, é certo que o produtor vai ter dificuldades para produzir, seu custo de produção será maior e sua produtividade certamente menor”, relata o presidente da Cerfox, Jandir C. Zanotelli justificando porque a Cerfox tem se empenhado tanto para conquistar o enquadramento junto a Aneel, fazer os ajustes contábeis e administrativos necessários para poder se habilitar junto à agência reguladora e poder atender a demanda dos produtores por uma energia mais barata e de melhor qualidade.
Segundo Zanotelli com o enquadramento o custo da energia já baixou 27%, a cooperativa está conseguindo realizar investimentos importantes na melhoria e estruturação das redes e em estrutura e equipamentos e a tendência é que estes investimentos ainda se ampliem muito. Todos estes dados estão sendo apresentados aos associados nas assembleias.

Jandir fala do trabalho da Cerfox para valorizar o setor primário

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome