Sicredi Botucaraí aumenta em 23% os recursos do Plano Safra

103
Profissionais, entidades e setores ligados à agronegócio participaram do lançamento

Com um aumento em 23% em relação à safra do último ano, a Sicredi Botucaraí RS lançou na noite de sexta-feira, dia 22, no CTG Três Coqueiros, em Soledade, o Plano Safra 2018/2019. O lançamento contou com a participação de profissionais e lideranças ligadas ao agronegócio.
A Sicredi disponibiliza para esta safra R$ 183 milhões. O recurso, que aumentou em R$ 30 milhões, no comparativo com o último ano, visa atender a demanda dos associados dos 12 municípios de atuação. O lançamento do Plano Safra, focado no agronegócio, um dos setores mais importantes da economia, é um dos principais eventos do Sicredi que busca repassar informações específicas sobre o setor, além de fortalecer o relacionamento com os profissionais, entidades e setores ligados ao agronegócio.
Para o diretor executivo, Carlos Rogério Matuella, o lançamento do Plano Safra é um momento muito importante para a Sicredi, que tem o papel de fomentar o desenvolvimento e atender a demanda do associado. “A nossa região tem um perfil muito agro, e quando falo em agro, não falo só do produtor, ele é o principal foco, mas tem também todos os setores que se relacionam com o agronegócio. Então no momento que iniciamos mais uma safra, esse momento traduz em toda a construção de mais uma disponibilização de recursos para financiamento”, ressaltou.

Os números positivos

O gerente regional da INTL FCStone, Eduardo Sanchez, falou sobre o agronegócio e as perspectivas da próxima safra. “Sou otimista para a próxima safra. É uma oportunidade do produtor se antecipar e comercializar. Não é somente focar em preço, mas tem que focar em metas e garantir margens”, comentou.
O assessor de negócios, Charles da Silveira, explicou as principais mudanças deste ano. “Com relação ao Plano Safra 2017/2018, o Pronaf baixou de 5,5 para 4,6%. O Pronamp saiu de 7,6 para 6% ao ano e os demais produtores passaram de 8,5 a 7% ao ano. Outra novidade é o Pronamp sem exigência de a renda ser 80% agropecuária, passando a ter um limitador de R$ 2 milhões por receita máxima do associado no decorrer do ano. Além de o enquadramento do Pronaf ter saído de R$ 360 para R$ 415 mil”, ressaltou.
Para o presidente da Sicredi, Antônio Mario Cherini, o associado se sente feliz quando a cooperativa realiza este trabalho. “É uma maneira de ele ter um planejamento bem melhor junto à lavoura”, concluiu.
O associado que tiver interesse em aderir ao Plano Safra deverá contatar com a agência e seu quadro técnico, fazendo o alinhamento dos valores que precisará para a lavoura.

Gerente da INTL FCStone,
Eduardo Sanchez
Assessor de negócios, Charles da Silveira
Diretor executivo, Carlos Rogério Matuella
Presidente Antônio Mario Cherini

Deixe uma resposta

Digite seu comentário
Por favor, informe seu nome